Flamengo se abstém na aprovação de contas da Ferj



Se em 2015 o Flamengo, assim como o Fluminense, votou contra a aprovação das contas da Ferj, desta vez, agora em 2016, o Rubro-Negro optou pela abstenção. E o Fluminense nem sequer esteve presente na assembleia desta terça-feira, na sede da entidade.

Segundo um dirigente que esteve na reunião, o Flamengo alegou que precisava ter acesso a uma gama de documentações para chancelar o voto do balanço do exercício de 2015.

Quem assinou a ata pelo clube foi o advogado Michel Assef Filho. Mas ele precisou sair. Na hora da votação, o gerente jurídico André Galdeano era quem estava presente. Como o nome na ata era o de Michel, foi necessária a aprovação, depois da sugestão do presidente da Ferj, Rubens Lopes, para aceitação da abstenção do Fla.

O Fluminense não mandou ninguém. O representante costumeiro do clube na Ferj, Marcelo Penha, estava na CBF acompanhando o seminário cuja pauta do dia foi o calendário.

O presidente da Ferj rebateu o Flamengo dizendo que as contas estiveram à disposição para análise desde o dia da convocação e ainda estarão franqueadas a qualquer filiado.



  • Antonio Jacimar Pedroni

    Nesse mato tem coelho !

  • Sergio Roquette

    Essa FERJ é uma vergonha. Precisa ser AUDITADA e o resultado ser divulgado irrestritamente. Comandada por gangsters, acabaram com o futebol no RJ.

    • Gielson Coelho

      O futebol no RJ ficou fraco em razão dos próprios torcedores e em parte pelos clubes que não debatem os problemas do futebol com seriedade.

  • Gielson Coelho

    Se eles se abstiveram é porque concordaram. Quem não se faz presente então vota a favor.

    • Julio Cezar Carvalho

      Basta a gente ler a opinião de uma pessoa para saber para quais times ele não torce: este, por exemplo, não torce para nenhum da dupla Fla X Flu, com certeza. E deve estar satisfeito com a condução da FERJ por este déspota do Rubinho “Miranda”.

  • Charles Ubiratan

    Votar contra é uma coisa, agora se abster daí é pra expulsar mesmo.

  • Ronaldo

    Ninguém leva mais a FERJ a sério, muitos menos o falido campeonato local.

    • Celso

      Parece que foram 9 penalts a favor do vascaido

  • Celso

    Que miséria

MaisRecentes

CBF comprou horário na TV Brasil por preço simbólico de R$ 15 mil por jogo



Continue Lendo

Ricardo Teixeira deu ‘carona’ a presos por corrupção em avião da CBF



Continue Lendo

Liga vê Copa do Nordeste com potencial para crescer e pagar mais aos clubes



Continue Lendo