Ex-presidente do Santos, Odílio deve ir à Justiça por expulsão do clube



Expulso do quadro de sócios do Santos, na semana passada, o ex-presidente Odílio Rodrigues deve entrar na Justiça Comum para tentar reverter a decisão, que o impede de se candidatar a cargos no clube. O dirigente não quis comentar o caso à coluna, mas pessoas próximas ao ex-presidente confirmaram a intenção de Rodrigues de recorrer da expulsão. A seu favor, o ex-presidente do Santos deverá utilizar o parecer da Comissão de Inquérito e Sindicância que avaliou o caso no Conselho Deliberativo sugerindo apenas uma suspensão de 12 meses ao dirigente.

O relatório da Comissão sobre a gestão de Odílio continha mais de três mil páginas e foi elaborado após mais de um ano de trabalho. Entretanto, a pena sugerida não foi aceita pelos conselheiros santistas, que fizeram questão de fazer uma votação no Conselho para alterar a pena ao ex-presidente.

– Dos mais de 200 conselheiros presentes, apenas três foram contra à mudança na pena”, afirmou o presidente do Conselho Deliberativo do Santos, Fernando Bonavides.

Em reunião na semana passada, os conselheiros decidiram expulsar Odílio do quadro de sócios do clube após o dirigente ter as contas de 2014 reprovadas por comprometer receitas futuras. Além do ex-presidente do Santos, os oito membros de seu Comitê de Gestão também foram expulsos do quadro de sócios do clube.



MaisRecentes

Vasco quer aumentar uso do Maracanã para impulsionar projeto de sócio-torcedor



Continue Lendo

Torcedores podem acionar Ministério Público contra Pedro Abad



Continue Lendo

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo