Violência no futebol dá fôlego para mudanças na legislação esportiva



Os debates sobre medidas para reduzir a violência no futebol ganharam força no Congresso após os confrontos ocorridos entre torcedores de Corinthians e Palmeiras que resultaram em mais uma vítima fatal, no último domingo, em São Paulo.

Relatores de comissões especiais que discutem mudanças nas leis esportivas na Câmara e no Senado afirmaram ser favoráveis à inclusão de novas medidas para combater a violência em seus relatórios, que serão enviados para votação atéo mês de junho.

Uma das medidas é o cadastramento de torcedores para acessar os estádios, que é defendida pelo advogado Wladimyr Camargos, relator da comissão que debate uma Lei Geral do Esporte no Senado.

– Isso retira o torcedor violento do anonimato e pode ter bons resultados mesmo fora dos estádios – afirma Camargos.

Já o deputado Rogério Marinho, relator da comissão na Câmara, disse apenas que “está sensibilizado a incluir no relatório propostas para enfrentar o problema”.



MaisRecentes

Técnicos articulam pela redução de demissões no Brasil. Alguns cogitam até ‘boicote’



Continue Lendo

Dirigente do Flu reconhece excesso de jovens no elenco: ‘Ideal é ter mescla’



Continue Lendo

Com Under Armour, Fluminense tem menos uma dor de cabeça



Continue Lendo