Grupo da CBF pensa em 19 datas para o somatório entre estadual e regional; Paulistão é caso à parte



No grupo de trabalho do Comitê de Reformas da CBF que trata do calendário está avançando no consenso acerca do papel dos Estaduais, levando em conta as Copas Regionais, como a Primeira Liga. A ideia predominante é que a soma Estadual + Regional tenha até 19 datas. E dentro desse cenário seria possível adaptar para cada contexto do país. Como a Primeira Liga caminha rumo às sete datas em 2017, por exemplo, o Carioca teria que significar para os clubes participantes (atualmente, Flamengo e Fluminense) 12 datas.

O Campeonato Paulista é visto como um caso à parte, já que o contrato entre clubes e TV é muito vantajoso e não há interesse dos paulistas em fazerem parte de ligas regionais. Pelas contas que estão sendo feitas, levando em conta que não haverá casamento com o calendário europeu, uma temporada teria por volta de 76 datas oficiais no Brasil.



  • Julio Cezar Carvalho

    Por merecimento tem que dar ao campeão da Primeira Liga uma vaga na Copa Sul Americana, assim como acontece com as outras Ligas do Brasil.

    • Gielson Coelho

      Mas se nem a participação nessa primeira liga é por merecimento então como ela pode dar vaga a Sul Americana? Na Copa Verde e Copa do Nordeste os clubes não são convidados mas são classificados para poderem disputar o torneio.

  • Gielson Coelho

    Na minha visão essa Liga Sul Minas-RJ não vai vingar. A maior parte dos públicos foram muito fracos. Sou mais que essas datas servissem para uma semi-final e final do brasileirão.

  • Miguel Laskoski

    Acho que os estaduais como não são rentáveis e apenas dão prejuízos para os clubes deveriam acabar. Fazer um calendário o ano todo com a criação de seis divisões, com duas regionalizadas, de forma que os clubes pudessem ter atividade o ano todo. O campeonato brasileiro ocorrer no mesmo tempo que a copa do Brasil e outros torneios como copas estaduais, tendo um calendário mais enxuto e com menos datas. Também ter a regionalização da liga sul-americana com certeza seriam reformas, mas as propostas como estão ou foram formuladas pelo pessoal que pretende reformular o futebol brasileiro, isso é uma piada. Acho que uma profissionalização de todos os setores como divisão de base da CBF, o fim da lei que proíbe que atletas de menos de 14 pratique esporte de alto rendimento é outro desserviço ao desporto brasileiro que deve acabar. A formação esportiva começa já aos 6 anos de idade, deixar 8 anos como apenas diversão acaba fazendo o garoto perder os fundamentos de formação! Assim, quando iniciam a pratica de esporte após os 14 anos já se perdeu muito tempo

  • Jose Antonio

    Santos e São Paulo fizeram sondagens para a Liga .

MaisRecentes

Corte? Lucas Lima em pauta na reunião da comissão técnica da Seleção



Continue Lendo

Flamengo tem campanha de sócio-torcedor suspensa por órgão



Continue Lendo

Palmeiras e Chape levantam coro por transparência de tribunal em papo com a Conmebol



Continue Lendo