Flamengo avalia acordo para reduzir dívida milionária pela compra de Edmundo



O Conselho Deliberativo do Flamengo discute na próxima quinta, 14, se o clube tentará um acordo ou não com o Consórcio Plaza pela dívida que supera R$ 60 milhões. O rombo deve-se ao empréstimo de R$ 6 milhões feito, em 1996, para o clube comprar o atacante Edmundo.

Segundo informações da coluna, o Consórcio tem bens penhorados do Flamengo que somam cerca de R$ 40 milhões, e ainda querem o pagamento de mais R$ 20 milhões. O acordo pretendido pelos rubro-negros é pelo pagamento de R$ 30 milhões.

Entre os conselheiros rubro-negros, o argumento é de que o valor obtido junto ao Consórcio Plaza não foi um empréstimo e sim uma doação por parte da empresa. Entretanto, admitem o pagamento da dívida até por ter perdido a ação na Justiça, que deu razão ao Consórcio.

– Na reunião vamos ter a chance de fazer um acordo e tentar pagar um valor intermediário – afirmou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.



MaisRecentes

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo

Sucesso na temporada faz Fortaleza crescer nas redes sociais



Continue Lendo