Bancada da bola consegue anular depoimentos de Ricardo Teixeira e Del Nero à CPI do Futebol



Uma manobra de parlamentares da chamada “bancada da bola” e ligada aos interesses da CBF dentro do Congresso conseguiu anular a convocação do ex-presidente da entidade, Ricardo Teixeira, e do presidente licenciado, Marco Polo Del nero, para depor à CPI do Futebol. Os requerimentos foram aprovados em sessão realizada ontem, no Senado, mas foram anulados nesta quinta-feira, 7, com a alegação de falta de quórum para a aprovação dos documentos.

O autor da apresentação da questão de ordem que anulou as convocações foi o senador Ciro Nogueira (PP-PI), e a solicitação foi acatada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O argumento usado é de que senadores que haviam assinado a lista de presença da sessão não estavam no momento da votação.

– Entendo que os trabalhos da CPI obedeceram ao que dispõe o Regimento Interno do Senado Federal, portanto, não deveriam ser questionados ou anulados – afirmou o senador Paulo Bauer (PSDB-SC), vice-presidente da CPI do Futebol.

Logo após a anulação dos requerimentos, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) fez um requerimento junto à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para que a decisão de anular as convocações seja votada em plenário. A Comissão ainda não divulgou um parecer sobre a solicitação.



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo