Bancada da bola consegue anular depoimentos de Ricardo Teixeira e Del Nero à CPI do Futebol



Uma manobra de parlamentares da chamada “bancada da bola” e ligada aos interesses da CBF dentro do Congresso conseguiu anular a convocação do ex-presidente da entidade, Ricardo Teixeira, e do presidente licenciado, Marco Polo Del nero, para depor à CPI do Futebol. Os requerimentos foram aprovados em sessão realizada ontem, no Senado, mas foram anulados nesta quinta-feira, 7, com a alegação de falta de quórum para a aprovação dos documentos.

O autor da apresentação da questão de ordem que anulou as convocações foi o senador Ciro Nogueira (PP-PI), e a solicitação foi acatada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O argumento usado é de que senadores que haviam assinado a lista de presença da sessão não estavam no momento da votação.

– Entendo que os trabalhos da CPI obedeceram ao que dispõe o Regimento Interno do Senado Federal, portanto, não deveriam ser questionados ou anulados – afirmou o senador Paulo Bauer (PSDB-SC), vice-presidente da CPI do Futebol.

Logo após a anulação dos requerimentos, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) fez um requerimento junto à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para que a decisão de anular as convocações seja votada em plenário. A Comissão ainda não divulgou um parecer sobre a solicitação.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo