CPI do Futebol quer depoimentos de Del Nero, Ricardo Teixeira e vice que recebeu ‘caixa dois’ da CBF em campanha



A CPI do Futebol pretende convocar o presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero, para um novo depoimento à Comissão que investiga irregularidades em contratos da entidade que comanda o futebol brasileiro e na organização da Copa-2014 e no Comitê Organizador Local (COL).

Um dos motivos para a convocação de Del Nero está relacionado à abertura de contas no exterior, já que a CPI tem em mãos indícios de uma conta do dirigente no banco HSBC de Miami, nos EUA. Em seu depoimento à Comissão, no ano passado, Del Nero negou que tivesse contas no exterior.

Além do presidente licenciado da CBF, a sessão da CPI do Futebol marcada para esta quarta-feira, 6, também votará requerimentos de convocação do ex-presidente Ricardo Teixeira para falar sobre “possíveis irregularidades em contratos feitos para a realização de partidas da seleção e campeonatos organizados pela CBF”.

Outros dois requerimentos abrangem as convocações para depoimentos do empresário Wagner Abrahão, empresário do ramo do turismo cuja empresa manteve acordos com a CBF, e do atual vice-presidente da CBF, Gustavo Dantas Feijó, que tem indícios de ter recebido caixa dois da própria entidade durante a campanha em que se elegeu prefeito de Boca da Mata, em Alagoas.



MaisRecentes

‘Serão 6,5 mil testes este ano’, diz presidente da comissão antidoping da CBF



Continue Lendo

Tícket médio dos jogos do Brasileirão-2016 teve queda de 10%, aponta estudo



Continue Lendo

ABCD crê em recredenciamento junto à Wada até abril



Continue Lendo