Oposição no Corinthians quer explicações sobre Arena na Lava Jato, fim da parceria com a Caixa e venda de Ralf



Em carta endereçada aos presidentes dos conselhos Deliberativo e de Orientação do Corinthians, opositores da atual gestão do clube pedem a criação de uma comissão mista (com membros da oposição e situação) para apurar três casos: os reais custos da Arena e irregularidades que incluíram o estádio na Lava Jato; o rompimento do contrato com a Caixa por conta do patrocínio com a empresa de apostas Winner Play; e esclarescimentos em relação à venda e possíveis prejuízos ao clube do volante Ralf.

Trecho da carta diz que “é inegável que sem superar, de imediato, os graves problemas aqui apresentados, torna-se extremamente difícil a negociação dos Naming Rights”.

O grupo de opositores do Corinthians é liderado pelo conselheiro e candidato derrotado na última eleição para presidente do clube, Roque Citadini.



MaisRecentes

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo

Pretenso patrocinador do Vasco já foi punido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)



Continue Lendo

Mesmo com prêmio milionário, caso conquiste a Copa do Brasil, Cruzeiro deve fechar o ano no vermelho



Continue Lendo