Oposição no Corinthians quer explicações sobre Arena na Lava Jato, fim da parceria com a Caixa e venda de Ralf



Em carta endereçada aos presidentes dos conselhos Deliberativo e de Orientação do Corinthians, opositores da atual gestão do clube pedem a criação de uma comissão mista (com membros da oposição e situação) para apurar três casos: os reais custos da Arena e irregularidades que incluíram o estádio na Lava Jato; o rompimento do contrato com a Caixa por conta do patrocínio com a empresa de apostas Winner Play; e esclarescimentos em relação à venda e possíveis prejuízos ao clube do volante Ralf.

Trecho da carta diz que “é inegável que sem superar, de imediato, os graves problemas aqui apresentados, torna-se extremamente difícil a negociação dos Naming Rights”.

O grupo de opositores do Corinthians é liderado pelo conselheiro e candidato derrotado na última eleição para presidente do clube, Roque Citadini.



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo