Após invasão no Fla-Flu, Pacaembu vira opção para o Flamengo no Brasileiro



Após um Fla-Flu em que os rubro-negros lotaram o Pacaembu, o estádio virou uma opção real para o Flamengo mandar seus jogos do Brasileirão até o final da Rio-2016. Apesar da receita do clássico em São Paulo ter sido menor que a de Brasília – R$ 1,3 milhões contra R$ 2,3 milhões do jogo na capital federal – o público total foi praticamente o mesmo, cerca de 30 mil pessoas.

– A experiência foi um sucesso e o Pacaembu é mais uma possibilidade para o Brasileiro sim – afirmou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.

Em relação aos jogos em Brasília, conta à favor do Pacaembu a facilidade de deslocamento pela ponte aérea Rio-São Paulo. Além disso, a superioridade de rubro-negros nos setores mistos do estádio, no último domingo, mostrou que o time pode jogar “em casa” na capital paulista.

Mas apesar dos pontos a favor, Bandeira lembra que a opção de mandar um novo jogo em São Paulo não dependerá apenas do clube carioca. Para isso ocorrer, há a necessidade do aval das federações e do time adversário.

“Várias questões precisam ser acertadas para se jogar aqui e isso ocorreu com o Fluminense. Nas outras oportunidades isso precisa ocorrer também”, comentou o presidente rubro-negro.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo