‘Lei Geral da Olimpíada’ será votada com urgência pelo Congresso



Para receber os Jogos Rio-2016, o governo brasileiro se comprometeu a adotar várias medidas relativas à organização da Olimpíada, além de adequar atividades do país ao evento. As iniciativas precisam de alteração na legislação brasileira e tramita em regime de urgência no Senado um projeto de lei para sancionar a “Lei Geral da Olimpíada” para ajustar as normas brasileiras às necessidades dos Jogos.

O documento tem como base as medidas incluídas na “Lei Geral da Copa” – que disciplinou a realização do Mundial de futebol no país – e entre os pontos abordados no projeto está a regulamentação do trabalho voluntário, questões relacionadas à captação de imagens e radiodifusão, venda de ingressos com descontos, medidas de segurança e ações de marcas que não são parceiras da Rio-2016, o chamado “marketing de emboscada”.

Já nesta terça-feira, 22, o projeto de lei de autoria do Poder Executivo deve ser avaliado pela Comissão de Ciência e Tecnologia, cujo relator é o senador Lasier Martins (PDT-RS).

Depois, o documento ainda terá que passar pelas comissões de Educação, Cultura e Esporte, com relatoria do senador Romário (PSB-RJ), e de Constituição e Justiça, cujo relatório será feito pelo senador Marcelo Crivella, sendo esta a última avaliação antes do projeto ir a plenário para votação.



MaisRecentes

Agência irá recorrer de decisão que tirou campanha do Flamengo do ar



Continue Lendo

CBF manda representante para Salvador para acompanhar arbitragem da final da Copa do Nordeste



Continue Lendo

Sindicato cria norma para repassar direito de arena a atletas em até 5 anos



Continue Lendo