‘Foi um inferno’, diz VP da Federação sobre dificuldade para negociar bolas do Paulistão



A Federação Paulista de Futebol (FPF) teve dificuldades para conseguir o fornecimento do principal produto do Paulistão: a bola. Foi o que afirmou o vice-presidente da entidade, Fernando Solleiro, ao comentar sobre patrocínios e receitas da entidade.

– Para negociar as bolas deste ano foi um inferno. Só recebemos o material, nem dinheiro tem – afirmou Solleiro.

No acordo da FPF com Penalty, que substituiu a Topper no ano passado, a fabricante de material esportivo fica responsável apenas pelo fornecimento de bolas e uniformes dos árbitros, e não envolve valores.

 



MaisRecentes

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo