Diretoria do São Paulo deve dar explicações sobre venda de Kieza no Conselho



A rápida passagem de Kieza pelo São Paulo deve levar a diretoria são-paulina a dar explicações sobre a estranha negociação na próxima reunião do Conselho. O atacante foi contratado após longa negociação e ficou menos de dois meses no clube. O assunto foi muito debatido ontem por conselheiros do clube, que querem detalhes do contrato de compra do atacante junto ao Shanghai Shenxim, da China, e explicações da venda precoce do atleta.

Entre as explicações pretendidas pelos conselheiros são-paulinos sobre a contratação de Kieza, citada como um “desastre”, estão o fato da diretoria não ter aproveitado a base, já que o atleta não trouxe benefícios ao ser vendido pelo mesmo valor (cerca de US$ 1 milhão), e detalhes do contrato de aquisição para saber as partes beneficiadas em comissões e valores envolvidos.

Outra preocupação no Morumbi é em relação à imagem institucional do clube pelo jogador ter preterido o São Paulo para jogar em um time de menor expressão no futebol brasileiro, no caso o Vitória.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo