CBF vai analisar perfil para árbitro de vídeo e teme falta de confiança nos mais jovens



A CBF vai discutir na semana que vem o perfil ideal do árbitro de vídeo, que começará a atuar para valer a partir de agosto. Uma das preocupações da entidade é em relação à experiência do árbitro responsável pela análise da imagem. Se o perfil foi jovem demais, a entidade entende que pode haver falta de confiança por parte do árbitro principal, situação que ocorreu no experimento do árbitro atrás do gol. Há relatos de que árbitros mais experientes ignoravam as chamadas dos companheiros por não terem a mesma experiência.

Por falar em árbitro de vídeo, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, não vê problema na utilização da tecnologia só a partir do meio do campeonato, em agosto. “Eu acho que quanto mais cedo melhor. O ideal é começar no começo deste campeonato. Mas se não der, é melhor em agosto do que não começar. Mas gostaria mesmo de que fossem implantadas as sugestões do Flamengo sobre controle externo de arbitragem”, afirmou Bandeira.



MaisRecentes

Flamengo é o primeiro clube brasileiro a ultrapassar os 25 milhões em redes sociais



Continue Lendo

Torcedor do Flamengo tem problemas com mudança do local da final da Libertadores



Continue Lendo

Procura por voos para Lima, local da final da Libertadores, aumenta quase 3.000%



Continue Lendo