Interpol é acionada para investigar manipulação de resultados no Campeonato Paulista



O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) acionou a Interpol para investigar os casos de manipulação de resultados no Campeonato Paulista. Atletas envolvidos assumiram terem participado do esquema ao presidente da entidade, Rinaldo Martorelli, e um dos clubes investigados é o Grêmio Barueri, que está na 3ª divisão do Campeonato Paulista.

– A manipulação de resultados chegou ao futebol brasileiro e entregamos o caso à Interpol assim que soubemos desses fatos – afirmou o presidente da Sapesp.

Segundo Rinaldo Martorelli, a abordagem por parte das empresas de jogos para manipular resultados no futebol brasileiro tem ocorrido principalmente em atletas que atuam por clubes com salários atrasados.

– O jogador que não recebe seu salário fica mais suscetível a esse tipo de ação criminosa – comentou o presidente da Sapesp, que não revelou nomes para não prejudicar a carreira dos atletas.

Coincidentemente, a Federação Paulista de Futebol (FPF) criou em dezembro passado um Comitê de Integridade para “salvaguardar a credibilidade das competições do futebol paulista”, segundo a entidade. Além de manipulação de resultados, o órgão visa outras infrações como doping e racismo, e conta com seis membros, entre eles o VP da FPF, Fernando Solleiro, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, e o promotor de Justiça, Paulo Castilho.



MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo