Depois do Palmeiras, São Paulo também tem veto a patrocínio em jogos na Libertadores



O veto da Conmebol em relação a exposição de marcas que não são parceiras da entidade em jogos da Copa Libertadores não atingiu apenas o Palmeiras entre os clubes brasileiros. Em suas partidas pelo torneio continental, o São Paulo também não poderá realizar uma ação junto aos torcedores que é oferecida pela Under Armour, que fornece material esportivo para o clube do Morumbi.

Segundo a empresa, a demanda feita pelo clube abrange apenas ações em jogos dos campeonatos Paulista, Brasileiro e Copa do Brasil. A ação da Under Armour, que será lançada no jogo de hoje do São Paulo contra o Mogi Mirim, pelo torneio estadual, será de interação com os torcedores e ocorrerá durante o intervalo das partidas.

O Palmeiras foi o primeiro clube atingido pela restrição da entidade sul-americana. Em jogos como mandante, a marca da Allianz, que dá nome ao estádio palmeirense e que é exposta na parte interna, será trocada por uma com o logo da arena. A iniciativa ocorreu após grande polêmica em que a gestora do Allianz Parque, a construtora WTorre, chegou a divulgar um manifesto repudiando a proibição da Conmebol.



MaisRecentes

Piloto Átila Abreu, da Shell V-Power, tem novo patrocinador para a ‘Corrida do Milhão’



Continue Lendo

Vasco acerta aumento pontual da exposição do Azeite Royal na camisa



Continue Lendo

Especialistas em Direito do Esporte se unem em um novo escritório de advocacia



Continue Lendo