Sem salário, time paulista entra em greve e dará WO em jogo neste sábado



Os jogadores do União Barbarense, que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista, decidiu na tarde desta sexta-feira, 19, entrar em greve por conta do não pagamento de salários. Parte do elenco do time paulista está desde julho do ano passado sem receber. Com a paralisação, o time dará WO no jogo deste sábado contra o Santo André, na Grande São Paulo.

Por conta do atraso, os jogadores do União Barbarense solicitaram assessoria jurídica em relação à iniciativa com os advogados Filipe e Thiago Rino, especialistas em ações trabalhista ligadas ao futebol.

– A única chance do time entrar em campo amanhã é com o pagamento dos salários na manhã deste sábado, o que é muito difícil de acontecer – comentou Filipe.

Segundo ele, um comunicado sobre a greve será enviado à diretoria do clube e à Federação Paulista de Futebol (FPF) para evitar que haja sanções ao time posteriormente. A iniciativa terá como base a Lei 7.783/89 e a Constituição Federal, que diz que “é assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender”.

Só no ano passado, o União Barbarense sobreu 40 ações trabalhistas por conta de atraso no pagamento de salários, férias, FGTS e décimo terceiro.

Apesar dos problemas, o time paulista faz boa campanha na Série A2 do Paulista ocupando atualmente o sétimo lugar na tabela, posição que classifica a equipe para a fase final que reunirá os oito melhores do torneio. E a partida deste sábado vale “seis pontos”, já que o Santo André está em sexto lugar com os mesmos 10 pontos ganhos.



MaisRecentes

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo

Vasco convive com atrasos salariais, mas mantém ascensão no Brasileiro



Continue Lendo