Sem salário, time paulista entra em greve e dará WO em jogo neste sábado



Os jogadores do União Barbarense, que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista, decidiu na tarde desta sexta-feira, 19, entrar em greve por conta do não pagamento de salários. Parte do elenco do time paulista está desde julho do ano passado sem receber. Com a paralisação, o time dará WO no jogo deste sábado contra o Santo André, na Grande São Paulo.

Por conta do atraso, os jogadores do União Barbarense solicitaram assessoria jurídica em relação à iniciativa com os advogados Filipe e Thiago Rino, especialistas em ações trabalhista ligadas ao futebol.

– A única chance do time entrar em campo amanhã é com o pagamento dos salários na manhã deste sábado, o que é muito difícil de acontecer – comentou Filipe.

Segundo ele, um comunicado sobre a greve será enviado à diretoria do clube e à Federação Paulista de Futebol (FPF) para evitar que haja sanções ao time posteriormente. A iniciativa terá como base a Lei 7.783/89 e a Constituição Federal, que diz que “é assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender”.

Só no ano passado, o União Barbarense sobreu 40 ações trabalhistas por conta de atraso no pagamento de salários, férias, FGTS e décimo terceiro.

Apesar dos problemas, o time paulista faz boa campanha na Série A2 do Paulista ocupando atualmente o sétimo lugar na tabela, posição que classifica a equipe para a fase final que reunirá os oito melhores do torneio. E a partida deste sábado vale “seis pontos”, já que o Santo André está em sexto lugar com os mesmos 10 pontos ganhos.



MaisRecentes

Dirigente do Flu reconhece excesso de jovens no elenco: ‘Ideal é ter mescla’



Continue Lendo

Com Under Armour, Fluminense tem menos uma dor de cabeça



Continue Lendo

Atlético Paranaense abre escola de futebol na África



Continue Lendo