CBF vai classificar clubes de acordo com estrutura e exigir padrões mínimos para ficar em atividade



Como parte do projeto de licenciamento, que já estava em andamento antes mesmo do pontapé inicial do Comitê de Reformas, a CBF vai criar três categorias de clubes, com o intuito de “enxugar” a lista de profissionais no país, acabando com os chamados “clubes-fantasma” ou aqueles que só servem para hospedar jogadores.

Reuniões na entidade estão sendo feitas para definir os padrões mínimos necessários para criar os padrões “A”, “B” e “C”, de acordo com a estrutura disponível para cada clube, como número de profissionais na comissão técnica, jogadores, etc.



MaisRecentes

Clube da China deve fazer proposta ao Palmeiras para contratar Deyverson



Continue Lendo

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo