CBF vai classificar clubes de acordo com estrutura e exigir padrões mínimos para ficar em atividade



Como parte do projeto de licenciamento, que já estava em andamento antes mesmo do pontapé inicial do Comitê de Reformas, a CBF vai criar três categorias de clubes, com o intuito de “enxugar” a lista de profissionais no país, acabando com os chamados “clubes-fantasma” ou aqueles que só servem para hospedar jogadores.

Reuniões na entidade estão sendo feitas para definir os padrões mínimos necessários para criar os padrões “A”, “B” e “C”, de acordo com a estrutura disponível para cada clube, como número de profissionais na comissão técnica, jogadores, etc.



MaisRecentes

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo

Sucesso na temporada faz Fortaleza crescer nas redes sociais



Continue Lendo