Federação paulista deve faturar R$ 1 milhão com ‘nova’ taxa



A federação paulista (FPF) deve faturar cerca de R$ 1 milhão no estadual deste ano com o Fundo de Valorização e Desenvolvimento do Futebol Paulista, que retém 2% das bilheterias dos quatro grandes clubes e 1% do arrecadado pelos demais. Na primeira rodada do Paulistão, a taxa gerou R$ 55 mil à entidade. Segundo a FPF, o objetivo do Fundo é “fomentar os clubes com ações de marketing, material de apoio em jogos e cursos de gestão”.

O Fundo foi criado em junho do ano passado em substituição ao Fundo de Manutenção e Modernização de Estádios, que existia desde 1996. Na Resolução assinada pelo presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, dois motivos foram apontados para a mudança: a dificuldade operacional dos recursos gerados e a necessidade da entidade apoiar os clubes em projetos de valorização e desenvolvimento do futebol paulista.

Os percentuais das bilheterias destinados ao Fundo ocorre paralelamente à arrecadação de 5% da receita bruta que a FPF fatura em todos os jogos. De acordo com a entidade, essa taxa destina-se especificamente para os custos da própria federação. Segundo o último balanço financeiro da FPF, de 2014, a receita obtida com “campeonatos” foi de R$ 6,6 milhões.  



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo