‘Obras pesadas’ tiram Estádio Olímpico da Rio-2016 de avaliação do governo



Estádio ficou fechado por 19 meses entre 2013 e 2015

Estádio Olímpico dos Jogos Rio-2016, o Nilton Santos (Engenhão) foi a grande a ausência da avaliação de arenas esportivas divulgada nesta quinta-feira, 28, pelo governo federal com o lançamento do Sistema Brasileiro de Classificação de Estádios (Sisbrace). Segundo o Ministério do Esporte, o motivo foram as “obras pesadas” que têm sido realizadas e que impediram a análise por parte da equipe técnica.

Construído em 2007, o estádio que atualmente é utilizado pelo Botafogo ficou quase dois anos interditado entre 2013 e 2015 por conta de problemas estruturais e obras em sua estrutura.

O local foi reaberto parcialmente no primeiro semestre do ano passado, mas atualmente está fechado para as intervenções voltadas para os Jogos Olímpicos. Entre as obras está a instalação de arquibancadas provisórias que aumentará sua capacidade de 45 mil para 60 mil lugares na Rio-2016.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo