Veto da CBF à Primeira Liga reforça criação da Liga Nacional



Liga Nacional seria criada com onze clubes da Série A do Brasileirão

O veto da CBF à Primeira Liga nesta temporada deve acelerar a criação da Liga Nacional. Já que o torneio ocorrerá normalmente a partir de amanhã, conforme pregam os dirigentes da Liga Sul-Minas-Rio, a posição oficial da entidade contra a competição reforça a possibilidade de punições aos competidores.

Segundo integrantes da Liga, caso a retaliação da CBF ocorra, o caminho natural é o boicote ao Brasileirão e a criação da Liga Nacional com 15 clubes, sendo 11 deles da Série A e quatro da B.

Segundo dirigentes da Liga Sul-Minas-Rio, a posição contrária da CBF em relação à realização da Primeira Liga nesta temporada já era conhecida desde o começo das conversas com a entidade, no ano passado. E que a publicação do veto oficial da CBF ontem, às vésperas do início do torneio, foi premeditada.

A avaliação dos integrantes da Liga é que esta foi a última cartada da entidade para tentar inviabilizar a competição.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo