Membros da APFUT serão nomeados em até 30 dias



O governo publicou ontem no Diário Oficial o decreto que regulamenta a Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFUT), que ficará responsável pela fiscalização dos clubes em relação às exigências do Profut. Entretanto, a nomeação dos dez membros que irão compor o órgão só serão divulgados em 30 dias.

Os cinco representantes do governo sairão dos Ministérios do Esporte (dois membros), Fazenda, Trabalho e Previdência Social. O futebol será representado por atleta, dirigente, treinador e árbitro no órgão, além de um representante da entidade de fomento ao desenvolvimento do futebol brasileiro.

Os nomes que serão indicados para compor a APFUT tanto pelo lado do governo quanto pela sociedade civil terão ainda que passar por aprovação do Conselho Nacional do Esporte (CNE), órgão vinculado ao Ministério do Esporte. Atualmente, o CNE conta com 20 representantes titulares, que vão desde aos mais altos cargos da pasta de esporte como o ministro George Hilton e o secretário-executivo Ricardo Leyser, a ex-atletas como Ronaldo Fenômeno.

Os 30 dias para a nomeação dos membros da APFUT estão incluídas no prazo de 90 dias previstos no decreto divulgado ontem pelo governo para a formulação do regimento interno do órgão. Certo apenas é que os representantes não serão remunerados e os indicados só poderão ser reconduzidos ao cargo uma vez.



MaisRecentes

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo