Relator da Lei Geral do Esporte irá propor descentralização de recursos no governo federal



Relator do anteprojeto da Lei Geral do Esporte que tramita no Senado, Wladimyr Camargos afirma que o documento deve focar a melhor atribuição e divisão de recursos voltados ao esporte, pois hoje “há uma concentração muito grande no governo federal”. Outro ponto de destaque é a relação do Estado com as entidades esportivas.

– Precisamos de mais autonomia das entidades e, ao mesmo tempo, maior responsabilidade de seus dirigentes – afirmou.

No momento, a comissão que elabora o anteprojeto da Lei Geral do Esporte prepara as audiências públicas que ocorrerão entre os meses de fevereiro e março. Entre os temas debatidos estão ordem econômica, tributação, segurança nos estádios e mercado de apostas.

A expectativa da comissão é que o relatório preliminar termine em maio e o documento seja entregue ao presidente do Senado, Renan Calheiros, em junho.

 



MaisRecentes

Diretor de ética da CBF vê ‘desconfiança natural’ sobre novo código, mas aposta no tempo



Continue Lendo

Clubes já pagaram mais de R$ 3 milhões de aluguel pelo Maracanã em 2017



Continue Lendo

Ferj tem contas aprovadas em assembleia sem Fla e Flu



Continue Lendo