Relator da Lei Geral do Esporte irá propor descentralização de recursos no governo federal



Relator do anteprojeto da Lei Geral do Esporte que tramita no Senado, Wladimyr Camargos afirma que o documento deve focar a melhor atribuição e divisão de recursos voltados ao esporte, pois hoje “há uma concentração muito grande no governo federal”. Outro ponto de destaque é a relação do Estado com as entidades esportivas.

– Precisamos de mais autonomia das entidades e, ao mesmo tempo, maior responsabilidade de seus dirigentes – afirmou.

No momento, a comissão que elabora o anteprojeto da Lei Geral do Esporte prepara as audiências públicas que ocorrerão entre os meses de fevereiro e março. Entre os temas debatidos estão ordem econômica, tributação, segurança nos estádios e mercado de apostas.

A expectativa da comissão é que o relatório preliminar termine em maio e o documento seja entregue ao presidente do Senado, Renan Calheiros, em junho.

 



MaisRecentes

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo

Santos e FPF se unem em campanha por apoio ao futebol feminino no Brasil



Continue Lendo