Atrasada, APFUT deve ser apresentada apenas no final deste mês



Formação do órgão de fiscalização está inserida na reforma administrativa que o governo tem realizado desde o ano passado

A estrutura e formação da Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFUT) só deve ser divulgada pelo governo no final deste mês. A criação do órgão, que ficará responsável pela fiscalização dos clubes em relação ao cumprimento das contrapartidas exigidas pelo Profut, já está atrasada, já que o parcelamento das dívidas fiscais dos times teve início em 30 de novembro. A APFUT terá representação paritária com integrantes do governo e da sociedade civil, como atletas, dirigentes e árbitros.

Segundo informações da coluna, a definição em relação à estrutura da APFUT está em discussão no Ministério do Planejamento pois o órgão está inserido na reforma administrativa que está sendo feita pelo Poder Executivo. De acordo com um interlocutor do governo, o desafio tem sido criar a APFUT sem gerar custos, conforme prevê a Lei do Profut.

A intenção inicial do governo era criar a APFUT separadamente da reforma administrativa, o que não ocorreu. Dessa forma, como o Poder Executivo tem reduzido custos com o fim de secretarias e cargos, a parte que cabe ao governo na composição do órgão de fiscalização dos clubes que aderiram ao Profut fará parte da “dança das cadeiras” que tem ocorrido em Brasília desde o ano passado.



MaisRecentes

Evento em Paris vai debater questão do clube-empresa no futebol brasileiro



Continue Lendo

Grupos políticos do Vasco pedem fim de gasto extra em viagens



Continue Lendo

Rubens Lopes, presidente da Ferj, vê problema em fluxo de pagamento de cotas de TV aos clubes



Continue Lendo