Atrasada, APFUT deve ser apresentada apenas no final deste mês



Formação do órgão de fiscalização está inserida na reforma administrativa que o governo tem realizado desde o ano passado

A estrutura e formação da Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFUT) só deve ser divulgada pelo governo no final deste mês. A criação do órgão, que ficará responsável pela fiscalização dos clubes em relação ao cumprimento das contrapartidas exigidas pelo Profut, já está atrasada, já que o parcelamento das dívidas fiscais dos times teve início em 30 de novembro. A APFUT terá representação paritária com integrantes do governo e da sociedade civil, como atletas, dirigentes e árbitros.

Segundo informações da coluna, a definição em relação à estrutura da APFUT está em discussão no Ministério do Planejamento pois o órgão está inserido na reforma administrativa que está sendo feita pelo Poder Executivo. De acordo com um interlocutor do governo, o desafio tem sido criar a APFUT sem gerar custos, conforme prevê a Lei do Profut.

A intenção inicial do governo era criar a APFUT separadamente da reforma administrativa, o que não ocorreu. Dessa forma, como o Poder Executivo tem reduzido custos com o fim de secretarias e cargos, a parte que cabe ao governo na composição do órgão de fiscalização dos clubes que aderiram ao Profut fará parte da “dança das cadeiras” que tem ocorrido em Brasília desde o ano passado.



MaisRecentes

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo