Nem doença impediu desembargadora de liberar eleição na CBF



Selecionada para assumir a análise do agravo de instrumento interposto pela CBF a fim de derrubar a liminar que suspendeu a eleição de vice da entidade, a desembargadora Claudia Pires dos Santos Ferreira teve que receber a petição mesmo doente. Mas mesmo assim, segundo apurou a coluna, houve o compromisso de despachar com celeridade a decisão, tanto é que às 19h foi publicado o efeito suspensivo da liminar, liberando o pleito para esta quarta-feira.

Na CBF, houve muita comemoração, já que o Coronel Nunes poderá ser eleito.



  • Ederson Nogueira

    É por essas e outras que a sede da CBF não sai do estado do RJ de forma alguma. Em quantos casos o departamento jurídico da CBF teve parecer contrário aos seus interesses? É só fazerem o levantamento, não se assustem com o que descobrirão.

    • Marcos Morais

      Q beleza, mesmo doente, ela arrumou um jeito de de$pachar, $ini$tro!

  • Jorge Guerreiro

    Aproveitando todo esse empenho, será que ela não julga um precatório meu? kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • junior

    Isso é brasil!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! estamos fudidos.

  • Fortuna

    Mesmo doente despachou com tanta rapidez?
    É muito estranho!
    A justiça é rápida conforme o interesse de quem tem $ !

  • Wilmar de Oliveira

    A corrupção impera nesse país está tudo contaminado, passou da hora de dar um basta nisso tudo, imagina se fosse para tirar um inocente pobre da cadeia a tal da desenbargadora nem apareceria , vergonha isso o brasil tem que ser passado a limpo em todas as instancias.

  • Carlos Ferreira

    Quando há outros interesses, nem o estado de saúde importa para o despacho dos autos. Se fosse para favorecer um pobre, pode crer que sairia pouco antes do Carnaval.

MaisRecentes

Gabriel é denunciado no STJD por provocação obscena após gol do Corinthians



Continue Lendo

Final da Primeira Liga muda de data



Continue Lendo

Restituição crescente de verba dá ‘gás’ para Ministério do Esporte lutar por orçamento



Continue Lendo