Na CBF, a ordem agora é não chamar o Nunes de ‘Coronel’



Para aliviar a imagem do presidente da Federação Paraense, a determinação na CBF é parar de chamar o candidato único a vice-presidente de Coronel.

Agora é presidente Nunes.

Tanto é que foi assim que o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, referiu-se ao dirigente paraense na entrevista de terça-feira, após o manifesto na porta da entidade.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo