Na CBF, a ordem agora é não chamar o Nunes de ‘Coronel’



Para aliviar a imagem do presidente da Federação Paraense, a determinação na CBF é parar de chamar o candidato único a vice-presidente de Coronel.

Agora é presidente Nunes.

Tanto é que foi assim que o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, referiu-se ao dirigente paraense na entrevista de terça-feira, após o manifesto na porta da entidade.



  • Ederson Nogueira

    Chamar de Coronel ou de qualquer outra coisa não muda o fato de que esse chupim não sabe absolutamente nada sobre futebol e de outros assuntos correlatos, mal sabe que a bola é redonda.Como uma pessoa sem conhecimento algum sobre o ramo e que “administra” o futebol num estado onde esse esporte é inexpressivo e praticamente inexistente pode ter apoio para uma eleição tão importante? Pessoas assim são facilmente manipuladas pelos interesses de sistemas viciados. Será que é por isso?

  • rafael schmidt

    É uma vergonha esses coronéis decadentes ocupando cargos na CBF. Tem que pôr fogo nesse estatuto e enxotar esses vermes de lá

MaisRecentes

Conmebol anunciará veredito do Flamengo na segunda semana de janeiro



Continue Lendo

Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Continue Lendo

Botafogo recupera certificado de clube formador da CBF



Continue Lendo