Bloco nordestino recua e vai votar no Coronel Nunes. Bahia e Alagoas vão se abster



Antes unidos alegando ilegalidade na realização da eleição para vice-presidente da CBF, o bloco de oito das nove federações do Nordeste que assinou uma carta pedindo o cancelamento da assembleia geral eleitoral desta quarta-feira colocou o pé no freio. A maior parte dos signatários vai votar no Coronel Nunes, segundo um dirigente ouvido pelo blog. A exceção – de acordo com o cenário pré-assembleia-geral relatado – será a dupla Bahia e Alagoas, cujos presidentes, Ednaldo Rodrigues e Felipe Feijó, vão se abster.

Felipe, inclusive, é filho de Gustavo Feijó, um dos vices da CBF, que segue contestando o pleito.



MaisRecentes

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo

Pretenso patrocinador do Vasco já foi punido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)



Continue Lendo

Mesmo com prêmio milionário, caso conquiste a Copa do Brasil, Cruzeiro deve fechar o ano no vermelho



Continue Lendo