Homens de confiança de Del Nero e o temor pelo futuro com mudança de poder



O sentimento nos corredores da CBF é que há um temor vindo das salas do secretário-geral, Walter Feldman, e do diretor financeiro e de planejamento, Rogério Caboclo, quanto à possibilidade de demissão da entidade com a saída de Marco Polo Del Nero do poder.

Feldman, político como é, ao menos consegue ter uma certa simpatia entre os presidentes de federação e vices da entidade. Já Caboclo, por ser mais fechado, de poucas palavras, e sempre ter sido homem de confiança e fiel a Del Nero, é visto com certas ressalvas.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo