Homens de confiança de Del Nero e o temor pelo futuro com mudança de poder



O sentimento nos corredores da CBF é que há um temor vindo das salas do secretário-geral, Walter Feldman, e do diretor financeiro e de planejamento, Rogério Caboclo, quanto à possibilidade de demissão da entidade com a saída de Marco Polo Del Nero do poder.

Feldman, político como é, ao menos consegue ter uma certa simpatia entre os presidentes de federação e vices da entidade. Já Caboclo, por ser mais fechado, de poucas palavras, e sempre ter sido homem de confiança e fiel a Del Nero, é visto com certas ressalvas.



MaisRecentes

Conselheiros do Vasco criticam atuação de diretor de futebol



Continue Lendo

Árbitros da Ferj estão sem receber parte dos pagamentos



Continue Lendo

Fora de São Paulo, Paraná lidera número de visitantes na Arena Corinthians



Continue Lendo