De volta à elite, Santa Cruz discorda de novo valor da cota de TV



Alírio Moraes está há um ano na presidência do Santa Cruz (Crédito: Divulgação)

Após receber R$ 3 milhões por temporada nos últimos anos, o Santa Cruz passará a receber R$ 20 milhões em direitos de TV por voltar a disputar a Série A do Brasileirão após dez anos. Mas apesar da alta considerável, o valor ainda é contestado pelo clube pernambucano.

–  Há clubes com a mesma estrutura e tradição recebendo o dobro do que nós – questiona Alírio Moraes, presidente do Santa Cruz.

Na avaliação do dirigente pernambucano, o ideal para o futebol brasileiro seria adotar o mesmo sistema da liga inglesa para a divisão de cotas, onde 50% do bolo é dividido entre todos os clubes, 25% por audiência e 25% por resultados. O clube até fez uma simulação dos valores a que teria direito caso o sistema inglês fosse adotado no futebol brasileiro.

– Fizemos uma projeção com esse critério, que é o mais justo, e o Santa Cruz receberia R$ 39 milhões – comentou Moraes.



MaisRecentes

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo

Possibilidade de apoio de Euriquinho gera desconforto no grupo Sempre Vasco



Continue Lendo