Em 15 anos no Congresso, novo presidente da CBF foi coadjuvante em propostas para o esporte



Marcus Vicente está em seu quinto mandato como deputado federal pelo ES (Crédito: Agência Congresso)

Marcus Vicente está em seu quinto mandato como deputado federal pelo Espírito Santo. Em sua página no site da Câmara, estão listados 228 itens entre projetos, requerimentos e pareceres de sua autoria desde o final dos anos 90. Desse total, apenas quatro deles (1,7% do total) são voltados ao esporte.

Uma das iniciativas foi sugerir ao então Ministro do Esporte, Orlando Silva, alterar o Código de Justiça Desportiva pelo Conselho Nacional do Esporte, órgão que contemplaria a criação da Procuradoria Geral da Justiça Desportiva.

Já as outras três ações são do mesmo assunto: os escândalos na arbitragem do futebol brasileiro. Sobre o caso, ele solicitou o depoimento do então vice-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, do vice-presidente da CBF à época, Nabi Abi Chedid, e de todos os ex-árbitros e árbitros que faziam parte do quadro da Fifa.

Em uma das leis desportivas de maior debate no Congresso, o Profut, Vicente não foi autor de nenhuma das 181 emendas apresentadas ao texto original da norma.



MaisRecentes

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Técnico brasileiro Milton Mendes renova mais alta licença da Uefa para técnicos



Continue Lendo