Da Série A, só três clubes não aderem ao Profut. Ao todo, mais de 100 entram no refinanciamento



O governo federal fechou nesta terça-feira o balanço de adesão do Profut, o programa de refinanciamento das dívidas de associações esportivas com a União. Ao todo, 111 entidades, entre clubes e federações, aderiram ao projeto. Do montante total, 85 são clubes.

Entre os clubes que disputam o Campeonato Brasileiro, a maior representatividade vem da Série A, com 17 adesões. Só Palmeiras, Sport e Chapecoense não toparam a ideia.

A Série B tem 12 participantes, enquanto as Séries C e D têm, respectivamente, seis e sete clubes na relação. Entre as federações, só seis entraram. Na parte dos clubes sociais, 20 aderiram.

O ponto que pode ser determinante para definir se o governo vai reabrir o período para adesões ao refinanciamento é o engajamento dos clubes pequenos. No balanço atual, 43 considerados de menor investimento – com receita anual de até R$ 5,4 milhões – estão no Profut.

No Ministério do Esporte, existe a crença de que a extensão do prazo para os mais pobres aumentaria significativa as adesões do bloco. No entanto, por causa das 111 adesões totais – número considerado muito satisfatório –, haja uma dificuldade de um entendimento conjunto sobre a prorrogação.

Enquanto segue a discussão sobre a reabertura do processo de adesão, o governo também está em fase final de definição sobre a estrutura da Autoridade Pública de Governança do Futebol (Apfut), que vai regular o cumprimento das contrapartidas por parte dos participantes do Profut. A Apfut, que terá representantes de todos os entes envolvidos no futebol – como jogadores, árbitros e treinadores –, além dos Ministérios da Fazenda, Esporte e Casa Civil, será desenvolvida levando em conta o cenário atual das adesões.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo