Presidente do Santos critica Seleção permanente de futebol feminino da CBF



Modesto diz que iniciativa da CBF “caiu por terra” após oito jogadoras terem ido jogar no exterior

Presidente do Santos, clube que mais investe no futebol feminino no país, Modesto Roma Júnior criticou o fato da CBF montar uma Seleção Brasileira permanente da modalidade para manter as atletas em atividade e, principalmente, evitar de elas irem para times do exterior.

– A justificativa de criar a Seleção permanente caiu por terra pois oito atletas já saíram para times de fora. A Seleção tem que pegar jogadoras dos clube, e não virar um clube de futebol – disse Modesto durante evento, em Brasília, na última terça-feira.



MaisRecentes

Jogo da Seleção no Maracanã fica sob risco e São Paulo é alternativa



Continue Lendo

Ministério do Esporte estende prazo de acordo de R$ 40 milhões com a Prefeitura do Rio



Continue Lendo

Sem Paulo Nobre, Palmeiras decide participar de prêmio de gestão da Ambev



Continue Lendo