CBF não crava como erro decisão do árbitro de não dar pênalti em Barrios



A comissão de arbitragem da CBF não definiu como erro a decisão do árbitro Luiz Flávio de Oliveira de deixar de marcar pênalti em uma disputa entre o zagueiro David Braz e o atacante Barrios no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, entre Santos e Palmeiras.

Segundo Sérgio Corrêa, o lance é interpretativo e nem as imagens são conclusivas para cravar se houve penalidade. Corrêa mostra, inclusive, uma imagem na qual a perna direita de Barrios toca na esquerda, pouco antes da queda.

O lance gerou muita reclamação por parte do Palmeiras, sobretudo porque o placar do jogo de ida foi 1 a 0 para o Peixe.

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira, alvo central da contestação, deixou a partida durante o segundo tempo por causa de uma lesão.



MaisRecentes

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo