CBF não crava como erro decisão do árbitro de não dar pênalti em Barrios



A comissão de arbitragem da CBF não definiu como erro a decisão do árbitro Luiz Flávio de Oliveira de deixar de marcar pênalti em uma disputa entre o zagueiro David Braz e o atacante Barrios no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, entre Santos e Palmeiras.

Segundo Sérgio Corrêa, o lance é interpretativo e nem as imagens são conclusivas para cravar se houve penalidade. Corrêa mostra, inclusive, uma imagem na qual a perna direita de Barrios toca na esquerda, pouco antes da queda.

O lance gerou muita reclamação por parte do Palmeiras, sobretudo porque o placar do jogo de ida foi 1 a 0 para o Peixe.

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira, alvo central da contestação, deixou a partida durante o segundo tempo por causa de uma lesão.



MaisRecentes

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo