Sessão da CPI do Futebol é adiada de novo, e quebras de sigilos ficam para depois



A sessão deliberativa da CPI do Futebol prevista para esta quarta-feira foi adiada novamente devido à convocação de sessão do Congresso para o mesmo horário. Com isso, fica para uma próxima oportunidade a votação dos requerimentos de quebra de sigilo de uma série de nomes ligados à gestão da CBF ou pessoas próximas a dirigentes, como Carolina Galan, ex-namorada de Marco Polo Del Nero.

A CPI também iria analisar, entre outros, o pedido de acesso às contas do Comitê Organizador Local da Copa-2014, de empresários como Kleber Leite e Wagner Abrahão, além das respectivas companhias, Klefer e Grupo Águia.



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo