Liga do Nordeste prevê dificuldades com protocolo da CBF



Presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela prevê dificuldades de adaptação aos protocolos implantados pela CBF na próxima edição da Copa do Nordeste. Segundo ele, o fato deve ocorrer principalmente em jogos nas cidades do interior, onde imprensa e dirigentes estão acostumados a ficar ao redor do gramado. Novas orientações como entrada dos times, local para a imprensa e aquecimento dos jogadores foram apresentadas pela CBF em seminário na última quinta-feira aos dirigentes das 20 equipes que participarão do torneio.

O protocolo nas partidas já foi implantado no Brasileirão deste ano pela CBF e tem como referência os campeonatos europeus. Para Portela, a iniciativa é mais um passo de valorização da competição, especialmente em relação à televisão. A Copa do Nordeste tem contrato de TV fechada com o Esporte Interativo até 2022, mas a parte da TV aberta, feita com a Globo, termina em 2018. Com o fim do vínculo, a expectativa é aumentar o rendimento com os direitos de transmissão dos jogos.



MaisRecentes

Com jovens em alta, CBF planeja negociação para liberar para a sub-17



Continue Lendo

STJD nega pedido do Vasco de efeito suspensivo em perdas de mando



Continue Lendo

Técnicos articulam pela redução de demissões no Brasil. Alguns cogitam até ‘boicote’



Continue Lendo