Campeonato Paulista terá passaporte biológico contra doping e servirá como ‘laboratório’



Os jogadores que disputarem o Paulistão-2016 serão submetidos a uma série de exames para terem passaporte biológico. A competição será um embrião do projeto feito pela comissão de doping da CBF, chefiada pelo médico Fernando Solera, de implantar a medida nas competições nacionais.

Solera, inclusive, mantém contato com laboratórios do exterior para aplicar o programa por aqui. O Estadual de São Paulo foi escolhido por ser um território com abrangido por profissionais conhecidos da CBF e como uma forma de diminuir a margem de possíveis erros.



MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo