Governo quer reformar o Célio de Barros, mas arquibancada fica em segundo plano



No projeto de reconstrução do Estádio Célio de Barros, o governo do Rio vai priorizar a parte esportiva e deixar a reforma das arquibancadas de lado. A ideia é iniciar as obras, a primeiro momento, somente da estrutura mínima para viabilizar os treinamentos dos atletas.

Segundo o secretário estadual de Esporte, Marco Antônio Cabral, o projeto vai ser apresentado no primeiro semestre de 2016 e as obras vão sair do papel assim que o Complexo Maracanã for devolvido após os Jogos Olímpicos.



MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo