Governo quer reformar o Célio de Barros, mas arquibancada fica em segundo plano



No projeto de reconstrução do Estádio Célio de Barros, o governo do Rio vai priorizar a parte esportiva e deixar a reforma das arquibancadas de lado. A ideia é iniciar as obras, a primeiro momento, somente da estrutura mínima para viabilizar os treinamentos dos atletas.

Segundo o secretário estadual de Esporte, Marco Antônio Cabral, o projeto vai ser apresentado no primeiro semestre de 2016 e as obras vão sair do papel assim que o Complexo Maracanã for devolvido após os Jogos Olímpicos.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo