CPI do Futebol deve ter prazo estendido



CPI do Futebol é presidida pelo senador Romário (Crédito: Agência Senado)

Sem quórum para analisar os 23 requerimentos previstos para a sessão realizada nesta quarta-feira, 11, no Senado, a CPI do Futebol caminha para ser prorrogada por mais 180 dias. O prazo da investigação sobre irregularidades em contratos e ações envolvendo a CBF e o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014 termina em dezembro e sua prorrogação deve ser levada para votação entre os senadores.

– Já temos muitas informações relevantes e para puxar mais fio do novelo vamos precisar de um prazo maior para a CPI – afirmou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), durante a sessão que foi encerrada por não ter quórum para a avaliação dos requerimentos.

O presidente da CPI do Futebol, Romário (PSB-RJ), e o vice-presidente, Paulo Bauer (PSDB-SC), também são favoráveis à prorrogação do prazo da investigação.

– Tendo em mãos o conteúdo da investigação, tenho certeza que a proposta será acatada por esta Comissão e pela maioria da Casa em votação no plenário – completou Rodrigues.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo