Em reunião na Globo, novo chefão do esporte assume as rédeas na discussão com clubes sobre pay-per-view



Os clubes signatários de contratos de direitos de TV a longo prazo tiveram mais uma reunião com a Globo nesta terça-feira, em São Paulo. Na pauta, mais uma vez a possibilidade na mudança de rateio da verba de TV, que para o próximo ano, segundo os clubes foram avisados pela emissora, será de R$ 500 milhões.

A reunião serviu para que Pedro Garcia assumisse de vez as rédeas das conversas com os clubes por parte da Globo, ainda que Marcelo Campos Pinto tenha estado na sala de reunião. Só que a diferença é que Pedro conduziu o encontro desta vez, o que não tinha acontecido na reunião anterior, e Marcelo, que deixará a Globo Esportes em dezembro, virou espectador.

O encontro começou pela manhã e terminou na parte da tarde. Por causa do fechamento temporário do Aeroporto Santos Dumont, os representantes dos clubes do Rio chegaram só para a segunda parte.

– Houve discussões normais de critérios de pesquisa, de rateio, mas não foi deliberativa, nem conclusiva. A reunião vai continuar em breve, estamos trabalhando o tema. Todos estão conscientes que precisa mudar alguma coisa – avisou à De Prima o vice-presidente do Sport, Arnaldo de Barros.

Uma nova rodada de discussões está marcada e deve ser em 15 dias (dia 24 de novembro).



MaisRecentes

Atlético Mineiro entra no mundo das ‘Bitcoins’



Continue Lendo

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo