Santos quer advogada de Robinho para trabalhar com garotos da base



O Santos está mantendo conversas com a advogada Marisa Alija, responsável por tratar da carreira de Robinho.

Mas calma, torcedor, que não tem nada de volta do Rei das Pedaladas para o Peixe, por ora. É que a diretoria quer que ela passe a fazer parte do staff do clube como membro do departamento de gerenciamento de carreiras, setor que o presidente Modesto Roma pretende criar.

Além disso, para o mesmo departamento, o Santos está negociando a contratação de um árbitro com o objetivo de ensinar desde a base as regras do jogo aos atletas.



  • Alex Alves

    Isso é muito bom, alguém do Santos poderia fazer umas viagens Europa conhecer a base dos grande clubes de lá, e implementar algumas ideias

    • osvaldo luiz okamura

      pelo menos uma coisa la sao melhores que nos pois sabem que materia prima aqui no brasil é abundante….

  • osvaldo luiz okamura

    eu sugiro o paulo cesar de oliveira, roberto godoy ou salvio que para mim foram os tres melhores albitros do brasil de todos os tempos.

  • osvaldo luiz okamura

    gostei da ideia, essa advogada mostrou que em materia de grana ela sabe muito visto que o robinho ganhava 1 milhao por mes e foi jogar na china por causa de dinheiro….

  • Ester

    Trazer um arbitro para ensinar as regras de arbitragem!!! AI SIM!!! SANTOS INOVANDO PARA O BEM!!

  • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

    SOU PEQNO E VICE DO ITUANO MEU GINASIO PENHORADU E AS CONTA BROQUEADA SOU S@N7X1 E PEQNO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • José Dias de Sousa Dias

      Cara não esqueça que vcs tambem já tomaram de 7. Aliás, 5 x 1 tá mais recente.
      Outra coisa, aprenda escrever primeiro, penhoradu e broqueada é dose para gambá, ou seja: CURITIANU. kkkkkk

      • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

        SO ME LEMBRO DO ETERNO 7X1 KKKKKKKKKK

        • J.Nassim

          Bom agora vamos para previsão do tempo.
          Nessa sexta-feira uma área de instabilidade se fixou no Estado de São Paulo.
          No momento, a temperatura é agradável, girando em torno dos 28º graus.
          Para o fim de semana o tempo deve permanecer firme, e o calor deve voltar.Bom para quem quer aproveitar o fim de semana prolongado, com muito sol.
          Porém, na terça-feira uma nova frente fria deve se aproximar de São Paulo, e poderemos ter algumas pancadas de chuva em algumas regiões. A temperatura deve oscilar em torno dos 19º , alcançando a máxima dos 23º.
          Bem, o que você estava dizendo mesmo, dá pra repetir…

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            HEXAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

          • J.Nassim

            Ingredientes:
            – 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
            – 5 colher (sopa) de açúcar (fora o açúcar que será usado para polvilhar)
            – 1 ovo
            – 1 colher (sopa) de margarina
            – 1 pitada de sal
            – 1/2 colher (sopa) de fermento em pó
            – Cerca de 1/2 de xícara (chá) de leite para dar ponto
            – Canela e açúcar para polvilhar
            – Óleo para fritar

            Modo de Fazer:
            Em um recipiente coloque a farinha, açúcar, sal, margarina em temperatura ambiente, ovos levemente batidos e o fermento em pó. Mexa adicionando o leite aos poucos até dar ponto.
            Aqueça o óleo em uma frigideira e adicione porções da massa com auxílio de uma colher. Frite em fogo baixo até obter uma cor dourada. Escorra. Polvilhe açúcar e canela.

        • Paulo

          LEMBRA DO TOLIMA?

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            SO DO BARCELONA 12 X 0 KKKKKKKKKKKKKK

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            BARCELONA 12 KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        • J.Nassim

          Empreiteiro acusa Lava Jato de agir de ‘forma ilegal’ e ‘cruel’

          POR RICARDO BRANDT, ENVIADO ESPECIAL A CURITIBA, JULIA AFFONSO, MATEUS COUTINHO E FAUSTO MACEDO30/10/2015, 15h07

          Presidente da Odebrecht, preso há 133 dias, diz que força-tarefa ‘distorceu fatos’ para sujeita-lo à prisão

          Marcelo Odebrecht e outros executivos foram transferidos para o Complexo Médico-Penal. Foto: Félix R/Futura Press

          O presidente da Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, afirmou à Justiça Federal, nesta sexta-feira, 30, que a força-tarefa da Operação Lava Jato ‘distorceu fatos’ com o objetivo “ilegal” e “cruel” de sujeita-lo à prisão preventiva. Ele está preso desde 19 de junho, em Curitiba, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa na Petrobrás.

          “Fica evidente a distorção dos fatos com o objetivo malicioso de atribuir a mim uma intenção de fuga completamente infundada. Trata-se de uma iniciativa não apenas ilegal, como cruel, apenas para me sujeitar a pedido de prisão preventiva”, afirmou Odebrecht em defesa escrita entregue ao juiz federal Sérgio Moro – que conduz os processos da Lava jato – antes de ser interrogado.

          Documento

          VEJA A CARTA DE ODEBRECHT À JUSTIÇA PDF

          O interrogatório de Odebrecht, o mais esperado até aqui na Lava Jato dentro do rol de acusados do núcleo empresarial, marca a fase final da ação penal envolvendo ele e outros cinco executivos do grupo – que também negaram relação com o esquema, em depoimentos prestados nesta sexta-feira e na quinta, 29 “Importante esclarecer desde logo que nunca cogitei interferir em investigações”, afirmou ele em manifestação escrita ao juiz. Em uma sequência de 60 perguntas e respostas, o presidente da empreiteira tenta rebater argumentos da acusação do Ministério Público Federal, que justificaram o decreto de prisão preventiva.

          Zavascki separa Eletronuclear da Lava Jato e tira Moro do caso da estatal elétrica

          Marcelo Odebrecht diz a Moro que acusação de cartel ‘é absurda’

          ‘Mensalão e Petrolão criaram heróis, juízes que saíram do padrão’, afirma ministro Barroso

          Uma das anotações questionadas pelo empresário foi a que registra:”trabalhar para parar/anular (dissidentes PF…)”. Para a Polícia Federal, tratava-se de possível orientação à defesa para atrapalhar às apurações da Lava Jato.

          “Esta anotação foi feita, portanto, apenas para acompanhar o assunto, não tendo qualquer relação com as ilações feitas pelo Ministério Público no sentido de que eu estaria manipulando investigações”, sustenta Odebrecht.

          “A alegação de que poderia ter interesse em interferir nas investigações não é verdadeira; a interpretação da anotação é propositadamente deturpada, sendo absolutamente desarrazoada a utilização de fatos noticiados em reportagens de jornal para fundamentar uma acusação penal.”

          MARCELO ODEBRECHTOPERAÇÃO LAVA JATOSÉRGIO MORO

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            NEIMAR RECEITA FEDERAL KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • anderson

      sou pequeno, já cai para a SEGUNDA DIVISÃO, sou paupérrimo e o PT me doou um estádio novinho, pois NÃO tenho grana para pagar. O Guerreiro, que era meu ídolo foi jogar em um clube de MAIOR torcida quando disse que no Brasil jogaria apenas no meu time. Ah, e se não fosse uma emissora de tv, eu jamais seria conhecido em itaquera (só lá mesmo me conhecem) meu nome? curica. kkkkkkkkk

      • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

        SE ESQUECEU Q SOMOS BI MUNDIAL E HEXA KKKKKKKKK

        • J.Nassim

          Agora vamos acompanhar como anda o trânsito em São Paulo.
          Na Radial Leste, sentido centro . Trânsito lento do viaduto Alberto Badra até a ponte do Tatuapé. A partir daí trânsito normal.
          No sentido contrário, o trânsito segue lento até a região de itaquera, porém a partir daí , o fluxo começa a piorar.
          As condições nas estradas são boas para quer quer viajar nesse momento.
          Rodovia Presidente Dutra, trânsito normal. Rodovia Imigrantes e Anchieta, trânsito livre para quem vai sentido à baixada santista…

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            HEXA KKKKKKKKKKKKKKKKK

          • J.Nassim

            图:李小加表示,虽然“沪港通”的成交量不多,但“沪港通”的推出是成功的大公报记者林少权摄

              大公财经讯 港交所(00388)行政总裁李小加自从上任后,港交所便一直发展各类的互联互通。早前港交所宣布,正筹备期货为主的“伦港通”,但“深港通”却一直“只闻楼梯响”。李小加昨日出席香港投资基金公会年会后表示,深港通准备已就绪,只待监管机构开“绿灯”,期望不需等太久。

              李小加表示,深港通已做好准备工作,包括系统及框架等,不过内地市场目前需要休养生息,毋须赶急推出,目前深港通只等待监管机构批准。

              对于“深港通”的“师兄”“沪港通”推出将近一年,李小加表示,虽然“沪港通”的成交量不多,但“沪港通”的推出是成功的,首先在于能按时推出;其二是措施安全运行;其三是模式可复製,未来会随?“深港通”的推出,再作改善。至于交投量的多少,只要不涉及设计的问题,就不是市场建设者关心的问题。

              最近上海交易所、中金所及德交所计划成立合资公司中欧国际交易所,加强两地的交易互通,推出更多人民币产品。李小加祝愿他们成功。他认为,有关合作反映内地正就国际化的不断尝试,开放步伐越来越快,不过合资公司与沪港通不同,中欧国际交易所或更多偏向衍生产品。

              另外,对于正在筹备的“伦港通”,李小加表示,此举是开放本港的期货市场,以吸引内地庞大的流动性,“伦港通”可提供投资者更多不同的金属产品选择,让香港发挥维持超级联繫人的角色。此外,港交所未来亦会继续研究有关A股股指期货的产品。

            责任编辑:简静

            喜欢(0)不喜欢(0)

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            SUGIRIQUEJEMA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            KKKKKFFFFFFFFFMJKMMMMH NHNN BGHN BGHNMJ,K GHYID J GOOOLLLLLLL KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        • Paulo

          bi mundial sem ganhar libertadores? só lixo mesmo como vocÊs para acreditar nisso! chupa meu pau mané!

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            E NOIX TIME GRANDE E FODA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

          • J.Nassim

            Ingredientes
            Molho bolonhesa:
            1 colher de azeite extravirgem
            150g de bacon cortado em cubinhos
            1 colher de alho picado
            1/2 cebola roxa picada
            1 talo de aipo picado
            1 cenoura pequena ralada
            1/2 pimenta dedo-de-moça picada
            500g de patinho moído
            200ml de vinho branco
            250g de tomate pelati batido no liquidificador
            250g de cream cheese Philadelphia
            Salsa picada
            Tomilho
            Sal
            Pimenta do moinho
            Massa:
            400g de espaguete
            2 colheres de manteiga
            Montagem:
            Tomilho
            Queijo parmesão ralado
            Modo de preparo
            Molho bolonhesa:
            Numa panela, frite o bacon no azeite até ficar bem crocante.
            Acrescente a cebola, o alho, o aipo, a cenoura e a pimenta dedo-de-moça.
            Junte a carne e refogue bem.
            Tempere com pimento do moinho e sal e deixe cozinhar.
            Deglace com vinho branco e deixe reduzir.
            Acrescente o molho de tomate e deixe cozinhar por cinco minutos.
            Adicione o cream cheese Philadelphia e deixe ferver.
            Finalize com salsa e folhas de tomilho.
            Massa:
            Cozinhe a massa na água fervendo com sal e azeite até ficar al dente.
            Depois de cozida, peneire e misture com a manteiga e ponha a massa no prato.
            Montagem:
            Regue os espaguetes com molho à bolonhesa.
            Por cima, ponha o parmesão ralado e decore com um

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            7X1 KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        • J.Nassim

          Batatinha quando nasce espalha a rama pelo chão.
          menininha quando dorme põe a mão no coração.
          Sou pequenininha do tamanho de um botão,
          carrego papai no bolso e mamãe no coração
          O bolso furou e o papai caiu no chão.
          Mamãe que é mais querida ficou no coração.

          • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

            7X1 KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

        BARCELONA 12 0 LAMBARI KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        • J.Nassim

          – O conceito de direitoAlexandre Araújo Costa

          1 arquivo para download

          Capítulo I – O conceito de direito

          A – O direito visto pelo senso comum[1]

          O senso comum dos juristas faz uma estreita ligação entre direito e Estado, entendendo que o direito é “o conjunto de normas de conduta obrigatórias estabelecidas ou autorizadas pelo próprio Estado e garantidas pelo seu poder”[2]. Para acentuar o fato de que o direito não é um conjunto desorganizado de normas, mas um sistema ordenado, os juristas referem-se freqüentemente ao direito utilizando as expressões ordenamento jurídico ou ordem jurídica. Com isso, transmite-se a idéia de que as normas jurídicas constituem um sistema harmônico, um conjunto ordenado e hierarquizado de leis.

          Mas o senso comum não se limita a descrever a estrutura do direito[3], indicando também as suas finalidades. De acordo com o senso comum dos juristas, o direito tem como finalidade organizar a sociedade, definindo os direitos e os deveres de cada pessoa e, com isso, possibilitando a criação de uma sociedade harmônica e justa. Nesse ponto, o mais comum é citar Aristóteles, dizendo que o homem é umanimal social, para depois afirmar que isso torna necessário ao homem viver em sociedade e que, para que essa convivência seja possível, é imprescindível a criação de um sistema jurídico. Nas palavras de Miguel Reale, “podemos dizer, sem maiores indagações, que o Direito corresponde à exigência essencial e indeclinável de uma convivência ordenada, pois nenhuma sociedade poderia subsistir sem um mínimo de ordem, de direção, de solidariedade”[4].

          Dessa forma, o direito é visto como “lei e ordem, isto é, um conjunto de regras obrigatórias que garante a convivência social graças ao estabelecimento de limites à ação de cada um de seus membros”[5]. Com isso, ficam evidenciadas as duas principais facetas do conceito de direito no senso comum: por um lado, trata-se de um conjunto de regras que orientam a conduta das pessoas e que são impostas pelo Estado; por outro, trata-se de um elemento necessário para a garantia das necessidades humanas de ordem e justiça.

          Apesar de as idéias descritas neste ponto formarem uma noção de direito bastante arraigada no senso comum, os cursos introdutórios não se limitam a descrever esse conceito e dedicam boa parte de seu tempo à análise da questãoo que é o direito?

          B – O que é o direito?

          Além de ser essa a primeira pergunta feita a qualquer estudante de ciências jurídicas, trata-se de uma questão que é recolocada várias vezes no decorrer dos cursos de introdução e de filosofia do direito. Todavia, por mais que essa pergunta seja repetida inúmeras vezes, é preciso admitir desde logo que não há para ela uma única resposta. Como observou o inglês Herbert L. A. Hart no primeiro parágrafo de seu livro O conceito de direito, “poucas questões respeitantes à sociedade humana têm sido postas com tanta persistência e têm obtido respostas, por parte de pensadores sérios, de formas tão numerosas, variadas, estranhas e até paradoxais como a questão O que é o direito?”.[6]

          Embora em algumas disciplinas acadêmicas também ocorra um questionamento aprofundado sobre o próprio objeto de estudos[7], esse tipo de análise é ausente da maior parte das ciências. Ao contrário do que acontece no campo jurídico, não existe abundante literatura dedicada a responder a perguntas comoo que é a física?, o que é a contabilidade?, ou o que é a medicina?. Nesses casos, tudo o que se exige dos novos estudantes é a leitura de “umas escassas linhas na página inicial de qualquer manual elementar”[8], não sendo tais questões analisadas com profundidade.

          Entretanto, o mesmo não ocorre no campo jurídico. Se apostilas voltadas para concursos públicos podem contentar-se com repetir as lições do senso comum e definir o direito como o conjunto das regras impostas pelo poder estatal, o mesmo não pode ocorrer em uma disciplina universitária. Quando um jurista pergunta o que é o direito?, ele não quer saber apenas o que as pessoas normalmente entendem por direito. Embora as noções do senso comum sejam a base necessária para a construção de conhecimentos mais aprofundados, isso não significa que as preocupações do jurista devem esgotar-se na mera descrição do senso comum.

          No tocante ao direito, um dos principais limites do senso comum é o fato de que esses conhecimentos aplicam-se apenas a certos casos em que o conteúdo jurídico é absolutamente nítido. Todo cidadão com um nível cultural mediano sabe que as leis editadas pelo Congresso Nacional fazem parte do direito brasileiro e sabe que são inválidos os contratos que contrariam disposições legais. Sabe também que certos atos proibidos pelas leis podem ser punidos com penas de prisão e que uma pessoa que causa danos a outra deve pagar-lhe uma indenização.

          Todavia, embora o senso comum descreva os casos-padrão, tal como o fato de a lei fazer parte do direito, ele não oferece resposta aos casos de fronteira. Para entender melhor esse problema, imagine que duas pessoas decidam jogar xadrez, mas que optem por não utilizar as rainhas. Nesse caso, teríamos uma variação do xadrez ou um outro jogo? Se você respondeu que se trata apenas de uma variação, imagine que eles retiraram do jogo também os bispos, depois os cavalos, depois as torres. Em que momento esse jogo deixaria de ser uma variação do xadrez e passaria a ser um outro jogo?

          Questões como essa surgem também no campo jurídico. O chamado direito internacional[9] não possui várias das características que o senso comum liga ao direito, especialmente o fato de não haver uma autoridade superior que imponha o seu cumprimento aos vários países. Nesse caso, seria ele uma variação do caso-padrão de direito ou não mereceria ele ser chamado de direito? Há tanto juristas que defendem um quanto outro posicionamento.

          Além de não tratar dos casos de fronteira, o senso comum tem conceitos muito imprecisos, não explicando de forma rigorosa o que é uma norma jurídica nem o que é o Estado, não definindo o que significa estar obrigado nem tratando das características que diferenciam o direito da moral ou das convenções sociais. Essa imprecisão de conceitos não causa problemas aos cidadãos comuns, pois a compreensão superficial que ela possibilita é suficiente para que eles resolvam seus eventuais problemas jurídicos. Todavia, do jurista é exigido o domínio de uma linguagem rigorosa, com conceitos jurídicos precisos, vários deles conhecidos apenas pelos especialistas. Assim, os profissionais do direito não podem limitar-se ao senso comum, sob pena de não terem capacidade de lidar com questões jurídicas de maior complexidade.

          C – Questões persistentes

          Por tudo o que foi exposto, percebe-se que, quando o jurista pergunta o que é o direito?, ele quer saber algo mais que o significado desse termo no senso comum. Mas o que mais quer ele saber? Em resposta a essa pergunta, Hart afirmou que, apesar de ser longa e complicada a história da especulação sobre a natureza do direito, pode-se identificar três eixos principais em torno dos quais girou a maior parte das discussões sobre o tema[10], três questões recorrentes que permanecem sem uma resposta definitiva. É certo que Hart não pretendia circunscrever todos os problemas jurídicos a três perguntas, mas elas nos oferecem um bom pano de fundo para organizarmos a apresentação do assunto.

          1. O que são normas e em que medida é o direito uma questão de normas?

          A teoria clássica do direito entendia as regras jurídicas como ordens dos soberanos aos súditos. Todavia, será possível reduzir as normas a espécies de comandos ou são as regras outro tipo de enunciados? Serão as normas prescrições de conduta ou há outros tipos de enunciados lingüísticos que também podem ser chamados de regras? Qual é a estrutura lógica das normas jurídicas? Podemos considerar que o direito é um conjunto de normas ou é essa visão demasiadamente simplista e enganadora? Questões como essa serão analisadas no Capítulo II.

          2. Como o direito se relaciona com as diversas ordens de poder e sistemas normativos existentes em uma sociedade?

          Toda sociedade é organizada por meio de normas que estabelecem padrões obrigatórios de comportamento. Todavia, nem todas as normas vigentes em uma sociedade podem ser qualificadas como jurídicas, havendo também regras morais, religiosas, convenções sociais etc. Cada um desses tipos de regras forma um conjunto mais ou menos ordenado de regras, as quais podem ser obrigatórias em vários sentidos diferentes. Embora essa questão não seja proposta explicitamente por Hart, ela está implícita nas suas reflexões e aqui nós a colocamos de maneira separada por ser ela analisada no decorrer do Capítulo III.

          3. Como difere a obrigação jurídica da obrigação moral e como está relacionada com ela?

          A questão da diferença entre direito e moral tem longa história e várias foram as respostas a ela oferecidas tanto por juristas como por filósofos. No Capítulo IV, utilizaremos essa problemática como pano de fundo para a análise de vários conceitos relevantes à caracterização do direito e para buscar uma definição mais clara das principais características que deve ter uma norma para que possamos qualificá-la como jurídica.

          4. Como difere o direito das ordens baseadas em ameaças e como se relaciona com elas?

          É o direito um modelo de organização social da violência ou uma forma de organização social da liberdade? É o direito uma ordem de coação e dominação ou é ele a garantia de uma sociedade harmônica e justa? É o direito uma ordem de ameaças dotadas de legitimidade ou é simplesmente um conjunto de ordens oriundas das classes dominantes com o objetivo de perpetuar o seu poder? Questões como essa evidenciam o aspecto ideológico da definição do direito e serão abordadas nos capítulos V e VI.

          D – Conceito provisório de direito

          Como afirmamos anteriormente, do nada não se chega a lugar nenhum. Precisamos, portanto, escolher um ponto de partida para nossas reflexões. Para dar início ao processo de compreensão, vamos partir de uma definição muito simples – e necessariamente bastante incompleta – de direito, e tentar contextualizá-la para que você comece a perceber as suas implicações. Partamos da idéia de que o direito é um conjunto de normas sociais obrigatórias.

          E – Direito objetivo e direito subjetivo

          Como a palavra direito tem muitos significados, uma pessoa que não conheça as várias acepções do termo pode ser levada a compreender mal certos enunciados. Assim, antes de passarmos adiante, convém fazer uma diferenciação entre dois sentidos diversos do vocábulo direito, para evitar confusões meramente lingüísticas.

          Tomemos, por exemplo, a frase: de acordo com o direito, eu tenho direito a uma indenização. É fácil perceber que, nesse caso, o termo direito é utilizado em dois sentidos diferentes. Na sua primeira ocorrência, o termo direito designa um determinado conjunto de padrões obrigatórios de comportamento e é nesse sentido que falamos do direito brasileiro, do direito francês ou dos direitos da antigüidade clássica. Esse é o uso da palavra direito no sentido objetivo, ou simplesmente o direito objetivo. Devemos ressaltar que o uso da expressão direito objetivo é bastante raro na linguagem jurídica, sendo comum utilizar simplesmente a palavra direito, muitas vezes escrita com a inicial maiúscula: Direito[11].

          Na segunda ocorrência, o termo direito não designa um conjunto de padrões de conduta que obriga a todos, mas a possibilidade de uma pessoa exigir de outra um certo tipo de comportamento. É nesse sentido que podemos falar de direito à vida, de direito de propriedade ou de direito a receber uma indenização. Em todos esses casos, trata-se da palavra direito usada no sentido subjetivo, ou simplesmente direito subjetivo. Ao contrário do que ocorre com a expressão direito objetivo, direito subjetivo é uma expressão bastante utilizada na linguagem jurídica comum. Assim, poderíamos reescrever da seguinte forma a frase acima: de acordo com o direito objetivo, eu tenho direito subjetivo a uma indenização.

          Devemos ressaltar que a distinção entre direito subjetivo e direito objetivo é meramente lingüística. Ela não se refere a dois elementos que compõem umanatureza intrínseca do direito, não se refere a duas facetas do direito, mas simplesmente a dois sentidos diferentes desse termo. Tal diferenciação somente é necessária porque a língua portuguesa, como as demais línguas latinas, utiliza a palavra direito para traduzir duas idéias completamente diversas.

          O mesmo não ocorre, por exemplo, no idioma inglês, pois essa língua possui duas palavras diferentes: law[12], para designar o que chamamos de direito objetivo, eright, para designar o que denominamos direito subjetivo. Dessa forma, a distinção entre direito objetivo e subjetivo é menos uma questão conceitual relevante que um simples problema de precisão lingüística.

          [1] Os três primeiros pontos deste capítulo seguem, em linhas gerais, o raciocínio exposto por H. L. A. Hart no capítulo inicial de sua obra O conceito de direito.

          [2] Latorre, Introdução ao direito, p. 18.

          [3] Ao afirmar que o direito é um conjunto ordenado de regras, o senso comum descreve a estrutura do direito, mostrando quais são os seus componentes e de que forma eles se organizam.

          [4] Reale, Lições preliminares de direito, p. 2. Críticas a essas concepções são feitas no Capítulo V, D, 1.

          [5] Reale, Lições preliminares de direito, p. 1.

          [6] Hart, O conceito de direito, p. 5.

          [7] Por exemplo, a questão “o que é a filosofia?” causa, no mínimo, tantas perplexidades aos filósofos quanto a pergunta “o que é o direito?” causa aos juristas.

          [8] Hart, O conceito de direito, p. 5.

          [9] Direito que rege as relações entre os Estados.

          [10] Hart, O conceito de direito, p. 10.

          [11] A esta altura, você deve ter percebido que, neste livro, ao contrário de boa parte da literatura jurídica, o termo direito é sempre usado com letra minúscula. Vários autores optam por utilizar inicial maiúscula toda vez que fazem referência ao direito objetivo (Direito chinês, Direito dos povos indígenas). Outros utilizam maiúscula quando se referem ao direito enquanto ciência (p.ex.: mestre em Direito). Outros utilizam maiúscula toda vez que esse termo ocorre em um conceito jurídico específico (p.ex.: Direito Público, Direito Natural, Direito Subjetivo etc.). Outros, ainda, usam a inicial minúscula apenas no caso de direitos subjetivos (direito à vida, direito a uma indenização). Por fim, há também juristas que utilizam as maiúsculas sem qualquer critério aparente. Frente a essa superposição de critérios e a uma apreciação estética pessoal, considero mais adequado juntar-me ao grupo dos juristas que utilizam a inicial minúscula em todos os casos.

          [12] Normalmente, a tradução mais adequada da palavra inglesa law é direito. Por exemplo, law school é faculdade de direito e não faculdade de leis, common law é direito comum e não lei comum, against the law significa contra o direito e não contra a lei. Além disso, o termo law pode ser usado para fazer referência a uma regra específica, sendo que nesses casos a tradução mais adequada costuma sernorma jurídica. Eventualmente, quando a norma jurídica referida pelo termo law for fruto de legislação, será possível traduzi-lo como lei.

          As traduções inglesas mais precisas de lei são os termos statute e act , de onde se derivam enacted law e statutory law, expressões que designam o direito legislado. Todavia, o desconhecimento do sentido jurídico desses termos faz com que muitas vezes essas palavras sejam traduzidas erroneamente como estatutoou ato.

    • J.Nassim

      Os patos de Rui Barbosa

      Diz a lenda que Rui Barbosa, ao chegar em casa, ouviu um barulho estranho vindo do seu quintal. Chegando lá, constatou haver um ladrão tentando levar seus patos de criação. Aproximou-se vagarosamente do indivíduo e, surpreendendo-o ao tentar pular o muro com seus amados patos, disse-lhe:
      – Oh, bucéfalo anácrono! Não o interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo ato vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares da minha elevada prosopopéia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com minha bengala fosfórica bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada.
      E o ladrão, confuso, diz:
      “- Dotô, eu levo ou deixo os pato?”

      Ruy Barbosa

    • Paulo

      ANTES VICE DO ITUANO DOQ UE SER ELIMINADO PELO TOLIMA, GUARANY DO PARAGUAY E CAIR PRA SEGUNDA. CHUPA MINHA ROLA VACILÃO, AQUI É SANTOS!

      • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

        BARCELONA 12 X 0 KKKKKKKKKKKKKKKKK

        • John

          Queria vcs no lugar do Santos com essa defesa medilcre kkkk

    • J.Nassim

      Resenha – Diário de um Banana – Rodrick é o Cara, 2º Livro
      Autor: Jeff Kinney
      Ano de Publicação: 2009
      Editora: V&R

      Greg está de volta, com mais confusões do que tudo. Não basta ter que aturar seus pais e seu melhor amigo bobão, tem que também aturar seu irmão mais velho (Rodrick).
      É óbvio, que como irmãos, não se dão nada bem!
      Mas, creio que esse foi um dos melhores filmes que eu já vi, gostei muito do livro também (além de ter mais detalhes).

      O livro conta a nova “fase” de Greg, ele está ficando mais velho, e seu irmão como sempre não sai do seu pé.
      Mostra todas as confusões que eles fazem, como piadas de mal gosto, pegadinhas sujas, enfim, essas brincadeiras todas que os irmãos mais velhos adoram fazer!
      Eles não se aguentam mais, até que seus pais saem para viajar e como castigo deixa os dois juntos em casa.
      E as coisas começam a mudar para eles, quando Rodrick faz uma festa em casa, os dois então começam a se entender melhor!
      Começam a conversar mais, a sair mais, se metem em encrencas juntos e saem juntos do que for, realmente ficam ótimas, até que Greg abre o bico e conta para a mãe que eles deram uma festa (que até então era segredo). Aí pronto, tudo volta a ser como era antes, só que pior. Rodrick que ia se apresentar em um show com sua banda, acaba sendo proibido como castigo!
      Bom, Greg vai dar a volta por cima com certeza. Para fazer com que seu irmão o perdoe, ele faz uma apresentação com seu melhor amigo Rowley, faz um show de mágica. Que acaba em comédia, e só por isso (por se apresentar), a mãe de Greg deixa Rodrick fora do castigo e ele se apresenta com a banda!
      Afinal, o que não fazemos por nossos irmãos?

      Parece que é só isso, mas não é. Eu contei a parte principal, o que faz tudo acontecer. Mas para vocês entenderem melhor é só lendo ou assistindo o filme mesmo. É muito legal esse livro, por que mostra como somos diferente de nossos irmãos, apesar de brigas e discussões, as vezes somos capazes de deixar nosso egoísmo de lado e fazer coisas por eles, afinal são nossos irmãos e os amamos demais, mesmo não admitindo isso!

  • estreladomar

    na advogada tudo bem ,, mas não falem mais do Robinho, ele é muito mercenário ,, não quero mais ele no Santos,,porque só vem pra ca quando esta em baixa , pra recuperar seu prestígio,, chega dessa farça, jura amores e na primeira oferta melhor se manda,,,nem que seja por 1 real a mais..

  • Olivio

    Uma ótima iniciativa da diretoria, um árbitro também será interessante. Os atacantes tem que aprender a olhar os zagueiros que provocam impedimentos e não só ficar olhando para a bola;

  • Francisco Jose pepa

    o pangare lembra dos 7×1 eu lembro dos 11 anos sem ganhar do peixe

    • YAkibok

      Dorme em paz aqui é 5ANTO5

  • Jader Miguel

    Os cu…anus , sempre gostam de visitar nosso site, a inveja é um sentimento vil. Aliás para quem só em 2015 foi tri eliminado na arena lixão, não se espera mais nada.

  • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

    SOU ETERNO VICE DO ITUANO LEVEI DE 12 DO BARCELONA TIVE O ETERNO 7X1 DO GRANDE TIMAO MAS SOU PEQNO E FRACO S@N7X1 ………………………………………………………………………KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • J.Nassim

      Oração ao final da noite e antes de dormir

      [Começar com um Pai-Nosso e uma Ave Maria.]

      Querido Deus, aqui estou,
      o dia terminou,
      quero orar, agradecer.

      O meu amor eu Te ofereço.
      Te agradeço, meu Deus,
      por tudo o que Tu,
      meu Senhor, me deste.

      Guarda-me a mim,
      ao meu irmão,
      ao meu pai e à minha mãe.
      Muito obrigado, meu Deus,
      por tudo quanto me deste,
      dás e darás. Amen.

    • Arlei

      Pequeno mesmo.. Nem estádio temos..Só um castelo do REI DO FUTEBOL..

      • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

        DO EDINHO TRAFICANTE KKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • willy

    E quem diz que a maioria da torcida quer a volta do $$binho ??? Esse cara que que passar distante em tudo oq se refere ao santos futebol clube !!!

  • Edicarlos o Grande

    Modesto PangareEEEEEE.
    Perdí para o grande Tolima, perdí em casa para o Guarany do Paraguay, levei pedaladas do Robinho e mesmo assim me consedero todo poderoso !!
    Quem sou eu ?
    Resposta:
    O Time que deve um Bilhão para o BNDS e não consegue pagar !!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • jota

    esta correto a idéia dessa diretoria de ter um departamento próprio para gerir a carreira de jogadores,
    o SANTOS como todos os clubes brasileiros,são muitas vezes prejudicados por empresários,que só querem ver lucros e não estão nem ai com os clubes.
    os clubes gastam tato dinheiro para formar um jogador e por muitas vezes não conseguem ter o investimento de volta,pois são poucos os que dão certo em suas carreiras de jogadores.
    o problema é que os poucos que conseguem ter sucesso profissional,são precionado por empresários que aparecem do nada precionando o clube formador.
    o SANTOS esta saindo na frente de outros clubes,pois será o clube responsável diretamente na fabricação e venda de seus uniformes e material esportivo e agora será o primeiro a gerir a carreira de seus próprios jogadores.

  • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

    SOU CONHECIDO COMO ETERNO 7X1 BARCELONA 12X0 SOU VICE DO ITUANO E PEQNO SOU S@N7X1…………………………………………..KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • CLAUDIO

    GALINHADA INVEJOSA,KKKKK

  • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

    SOU PEQNO E QUEBRADO SOU VICE 7X1 DO ITUANO SOU S@N7X1 ……………………..KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • YAkibok

    Quer dizer nao tem outro advogado ou advogada ! tem que ser advogada do Robinh !!

  • Marcos Fish

    Maior de todos os tempos: Santos FC, com orgulho!

  • Osmair Pereira

    Bela sacada, se der certo!!!

  • Lucas Willyan Vieira Attene

    Galinhada falando bosta ai .. kkk piada .. me diz a formula pra conseguir dois mundiais e uma libertadores ai .. Timinho adotado !!!

  • clayton

    QUEM É MESMO FREGUES DO GUARANIPARAGUAIO ? FREGUES DO TOLIMA? KUVERDENSE ? CIANORTE ? BARBARA FK 12XCURINTIAS ? VERDAO 8X0 CURINTIAS ? SANTOS 7X1 CURINTIAS ? LUSA 7X1 CURIN? TIAS ? BOTAFOGO 7X1 CURINTIAS ?

  • clayton

    QUEM É MESMO FREGUES DO GUARANIPARAGUAIO ? FREGUES DO TOLIMA? KUVERDENSE ? CIANORTE ? BARBARA FK 12XCURINTIAS ? VERDAO 8X0 CURINTIAS ? SANTOS 7X1 CURINTIAS ? LUSA 7X1 CURIN? TIAS ? BOTAFOGO 7X1 CURINTIAS ?

    • Milton Cavalcanti

      CLAYTON FILHO DE UMA ÉGUA…KKKKKKKKKKKKKKKKK

MaisRecentes

Um Tite x Carille ajudará famílias das vítimas do acidente da Chapecoense



Continue Lendo

Na situação, também há simpatia por união geral e candidato único no Flamengo



Continue Lendo

Grêmio tem reunião nesta sexta na Conmebol: arbitragem em pauta



Continue Lendo