Eurico Miranda é registrado como advogado de si mesmo em processo no STJD



O presidente do Vasco, Eurico Miranda, vai atuar em causa própria no julgamento no qual é réu no STJD. Denunciado por disparar contra a CBF e indicar favorecimento da arbitragem aos catarinenses, Eurico vai responder em primeira instância na quinta-feira.

A De Prima conseguiu verificar que o dirigente cruz-maltino já se colocou na lista e registrou que fará a defesa de si próprio na sessão da Quinta Comissão Disciplinar. Mas não estará sozinho. O relação que está no STJD tem também o advogado Paulo Rubens no lado vascaíno.

Na mesma sessão, Delfim Peixoto, um dos alvos dos “disparos” de Eurico também será julgado. A defesa está prevista para ficar a cargo de Osvaldo Sestário (aquele), que é sócio de Alan Belaciano, a quem Eurico também já fez críticas em ocasiões passadas.

(Colaborou João Matheus Ferreira)



MaisRecentes

Vasco acerta aumento pontual da exposição do Azeite Royal na camisa



Continue Lendo

Especialistas em Direito do Esporte se unem em um novo escritório de advocacia



Continue Lendo

Caso Everest: Diário Oficial publica autorização para licitar nova sede do clube



Continue Lendo