Eurico Miranda é registrado como advogado de si mesmo em processo no STJD



O presidente do Vasco, Eurico Miranda, vai atuar em causa própria no julgamento no qual é réu no STJD. Denunciado por disparar contra a CBF e indicar favorecimento da arbitragem aos catarinenses, Eurico vai responder em primeira instância na quinta-feira.

A De Prima conseguiu verificar que o dirigente cruz-maltino já se colocou na lista e registrou que fará a defesa de si próprio na sessão da Quinta Comissão Disciplinar. Mas não estará sozinho. O relação que está no STJD tem também o advogado Paulo Rubens no lado vascaíno.

Na mesma sessão, Delfim Peixoto, um dos alvos dos “disparos” de Eurico também será julgado. A defesa está prevista para ficar a cargo de Osvaldo Sestário (aquele), que é sócio de Alan Belaciano, a quem Eurico também já fez críticas em ocasiões passadas.

(Colaborou João Matheus Ferreira)



MaisRecentes

Medalhista olímpica investe em tecnologia para fãs e atletas



Continue Lendo

Simulação de Leo Valencia, do Botafogo, pode render pena imposta pelo STJD



Continue Lendo

Renovação do atacante Talles Magno com o Vasco está bem encaminhada



Continue Lendo