Comportamento de ‘troglodita’ de Kalil incomoda dirigente: ‘Cara feia é fome’



O comportamento do CEO da Liga Sul-Minas-Rio tem perturbado alguns dirigentes de federação, como é o caso do pernambucano Evandro Carvalho, que defende.

– A Liga tinha que exonerá-lo de imediato – em referência à postura de “troglodita”, como classificou Evandro:

– Cara feia é fome.

Apesar da antipatia com o comportamento do atleticano, que não afeta a todos os mandatários estaduais, o aval na assembleia geral de hoje é uma realidade muito possível.



MaisRecentes

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Técnico brasileiro Milton Mendes renova mais alta licença da Uefa para técnicos



Continue Lendo