Ifab entende que comunicação com árbitro de vídeo tem que ser via de mão dupla



Os membros do painel do Ifab, que, segundo a CBF, receberam bem o projeto do uso de árbitro de vídeo (AV), fizeram uma ressalva durante a reunião da semana passada sobre o tema. Eles querem que o árbitro principal tenha a prerrogativa de chamar o AV para tirar dúvida em um lance no qual não se sinta seguro e não apenas receba um parecer em lances capitais.

A decisão final sobre a implantação ou não dos testes com árbitro de vídeo no Brasil será tomada em março.



MaisRecentes

Futebol americano: NFL e Microsoft ampliam parceria de atuação digital



Continue Lendo

Delta torna-se o primeiro parceiro da Olimpíada de Los Angeles-2028



Continue Lendo