Caixa não pretende patrocinar clube que não aderir ao Profut



A Caixa Econômica Federal, segundo fontes ligadas ao governo, está decidida a não renovar os contratos de patrocínio com os clubes que não aderirem ao Profut, o programa de refinanciamento das dívidas com a União, mediante contrapartidas. O prazo para definição sobre adesão se encerra no dia 30 de novembro e a primeira parcela deverá ser paga ainda em 2015.

Atualmente, a Caixa é uma grande financiadora do futebol nacional – R$ 100 milhões –, mantendo contrato com sete clubes da Série A, entre eles Flamengo e Corinthians.



  • julio cesar

    com a atual crise fiscal a CEF patrocinar clubecos de futebol é uma vergonha……..coisas de corruPTos…esmolas governamentais para timecos preferidos do governo e rgt q se auto intitulam time do povo…..

    • Paulo

      mimimmimi

    • Marcos

      ….voce esta certo, a Caixa, deveria só patrocinar times de primeira linha como CORINTHIANS E FLAMENGO, time pequeno tem que cortar patrocinio, hehehe

      • John

        Corinthians se nao fosse o Lula, mais lembre se tem que pagar as parcelas certinhos se nao o Itaqueram que é Publico ate vcs pagarem os quase 1 Bilhão gasto neles…

        Corinthians e Flamengo times de ponta vá se lascar, Corinthians maior vergonha ganha titulo com Apto amiigo, dois times dirigido pela GLOBOSTA

    • Marcus Vinicius

      não deveria ter patrocínio nenhum mesmo, se o time é considerado grande, por que é que esse “time grande” não consegue um patrocínio de verdade??? Estranho não?!

  • Jader Miguel

    Sou contra a CEF financiar clubes de futebol. Gaste esses 100 milhões com ações sociais para atletas pobres, que não tem recursos nem para treinar.

    • SIMBA

      E isso traria mais clientes ao banco???

      • Marcus Vinicius

        e desde quando a Caixa Econômica Federal precisa de mais clientes? Em que planeta vc vive? Praticamente todo mundo conhece a Caixa e não é um patrocínio ou outro que vá mudar isso!

  • Fabio Holanda

    A Caixa só patrocina o CUrintia por decisão política do PT/Lula, para pagar outra manobra política: o financiamento sem garantias do estádio.

MaisRecentes

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo

Empresa explica saída do Brasil do Tour da Taça da Copa do Mundo



Continue Lendo