Enquanto pequenos temem Sul-MG-RJ, presidente da Ferj desdenha: ‘Não existe. É ficção’



A percepção nos bastidores do futebol do Rio de Janeiro são diferentes em relação à Liga Sul-Minas-Rio. Enquanto dirigentes de clubes de menor investimento já consideram que a competição é um processo irreversível, o presidente da Ferj, Rubens Lopes, continua negando a possibilidade da realização da disputa.

Indagado se o tema do arbitral desta quinta-feira seria a Liga, o presidente da Ferj disparou:

– Sul-Minas-Rio não existe. É ficção – afirmou Rubinho.

Só que não é bem assim que veem uma parcela de cartolas dos pequenos, como por exemplo o diretor executivo do América, Marco Antonio Teixeira (tio de Ricardo Teixeira e ex-secretário-geral da CBF). O entendimento da parte deles – com receio da perda de prestígio do Estadual com o desdém que Flu e Fla mantém pelo Carioca – é que Rubinho está sozinho na batalha, principalmente após a marcação da assembleia geral na CBF, que vai acontecer terça-feira. O placar previsto é 26 a 1, sendo a Ferj o único voto contrário.



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo