Fabricantes de cerveja procuram Maracanã para venda a partir do Fluminense x Palmeiras



A concessionária que administra o Maracanã ficou de definir nesta terça-feira, em uma reunião, se haverá venda de bebidas alcoólicas na partida desta quarta-feira, pela Copa do Brasil, entre Fluminense e Palmeiras. A medida será possível porque saiu no Diário Oficial de segunda a sanção do governador Luiz Fernando Pezão, aprovando o projeto de lei votado pela Alerj,

A operação da venda de cerveja, se ocorrer mesmo, será feita toda pela concessionária. Mas é preciso definir qual marca será disponibilizada. Algumas empresas fabricantes procuraram o Maracanã para fornecer a “cerveja oficial” do estádio, já que a Viton 44 não tem esse produto.

A tendência é que duas sejam escolhidas, uma mais popular e outra mais nobre, para haver duas opções de preços. No Nilton Santos, o Botafogo já anunciou que a cerveja será Brahma.



  • CAVUCA

    Sem cerveja já existe confusão. Agora que a loura foi liberada os pais devem pensar mais e mais se devem levar seus filhos aos estadios. ST

  • Antonio

    Só reservar uma área para os que não bebem, dessa forma a opção de escolha ao consumidor permaneceria. Quanto a beber e causar confusão é a minoria, dessa forma, a segurança não deveria ser tolerante para os que acabam com o direito dos outros e retirar do estádio imediatamente conforme estabelece o Estatuto do Torcedor. Fazer a ligação entre cerveja e confusão foi a coisa mais banal já feita, pois os que gostam de confusão já chegam embreagados ao estádio.

MaisRecentes

Orçamento de 2018 está sob análise dos conselhos do Flamengo



Continue Lendo

Placar das finanças: Corinthians batalha para fechar 2017 perto do ‘0 a 0’



Continue Lendo

Curso de treinador sem chancela de Conmebol e Fifa liga sinal de alerta



Continue Lendo