Fabricantes de cerveja procuram Maracanã para venda a partir do Fluminense x Palmeiras



A concessionária que administra o Maracanã ficou de definir nesta terça-feira, em uma reunião, se haverá venda de bebidas alcoólicas na partida desta quarta-feira, pela Copa do Brasil, entre Fluminense e Palmeiras. A medida será possível porque saiu no Diário Oficial de segunda a sanção do governador Luiz Fernando Pezão, aprovando o projeto de lei votado pela Alerj,

A operação da venda de cerveja, se ocorrer mesmo, será feita toda pela concessionária. Mas é preciso definir qual marca será disponibilizada. Algumas empresas fabricantes procuraram o Maracanã para fornecer a “cerveja oficial” do estádio, já que a Viton 44 não tem esse produto.

A tendência é que duas sejam escolhidas, uma mais popular e outra mais nobre, para haver duas opções de preços. No Nilton Santos, o Botafogo já anunciou que a cerveja será Brahma.



  • CAVUCA

    Sem cerveja já existe confusão. Agora que a loura foi liberada os pais devem pensar mais e mais se devem levar seus filhos aos estadios. ST

  • Antonio

    Só reservar uma área para os que não bebem, dessa forma a opção de escolha ao consumidor permaneceria. Quanto a beber e causar confusão é a minoria, dessa forma, a segurança não deveria ser tolerante para os que acabam com o direito dos outros e retirar do estádio imediatamente conforme estabelece o Estatuto do Torcedor. Fazer a ligação entre cerveja e confusão foi a coisa mais banal já feita, pois os que gostam de confusão já chegam embreagados ao estádio.

MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo