Liga Sul-Minas-Rio pagará direito de arena aos árbitros



Árbitros protestaram durante o Brasileirão pelo pagamento de direito de arena, benefício que terão no torneio da Liga

A reivindicação dos árbitros em receber 0,5% da verba de TV dos torneios como direito de arena será atendida da Liga Sul-Minas-Rio. O repasse foi classificado como “um bônus” pelo CEO da entidade, Alexandre Kalil.

– Comuniquei isso ao Gilvan e ele achou ótimo – comentou o dirigente sobre conversa com o presidente da Liga e mandatário do Cruzeiro, Gilvan Tavares.

A arbitragem do novo torneio será da CBF e os profissionais que irão apitar os jogos serão dos estados que fazem parte da competição.

O repasse de 0,5% da verba de TV como direito de arena aos árbitros foi comunicado na noite da última quarta ao presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf), Marco Antônio Martins. Segundo ele, a iniciativa da Liga reforça o pedido da categoria para que o repasse ocorra em todos os torneios do futebol brasileiro.

– Se 12 times da Série A do Brasileiro entendem que é um direito dos árbitros, não há motivos para não ser pago nas outras competições – afirmou Martins.

O pagamento de direito de arena aos árbitros foi um dos pontos vetados na Lei do Profut pela presidente Dilma, no início de agosto. A justificativa do governo para o veto foi que a medida “deveria prever critérios para utilização e controle dos recursos recebidos”. O fato gerou protestos nos jogos da 18 rodada do Brasileirão por parte dos árbitros, que ameaçaram até uma greve no torneio.



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo